OutrosUncategorized

A GUERRA COMEÇOU: Trump faz acordo com o japão e promete “vamos ACABAR com a Coréia do Norte!”

O presidente dos EUA, Donald #Trump fez uma ligação para o primeiro ministro do #Japão: Shinzo Abe.

O presidente dos EUA, Donald #Trump fez uma ligação para o primeiro ministro do #Japão: Shinzo Abe.

Um pouco mais tarde, ele descreveu que foi uma conversa cheia de “trocas de opiniões completas”.

“Nós concordamos em exigir fortemente que a #Coréia do Norte, que está repetindo sua provocação, mostre contenção”, disse Abe a repórteres.

Donald Trump abriu a boca e expressou: “O compromisso inviolável dos Estados Unidos é de estar do mesmo lado que o Japão e da Coréia do Sul por todas as ameaças que estão vindo da Coréia do Norte

“Vamos manter contato próximo com os Estados Unidos, manter um alto nível de vigilância e responder com firmeza”, disse ele.

O Japão e o Estados Unidos vão realizar manobras antes de chegarem á península da Coréia e resolver todas as questões nucleares norte-coreana.

Nesta terça-feira, a Coréia do Sul e o Japão irão se reunir na cidade de Toquio.

Não foi especificado pelo governo dos Estados Unidos onde o grupo de ataque se encontra.

Porém, o vice presidente dos EUA, Mike Pence, afirmou que dentro de dias o grupo já estará pronto e presente.

Foram lançados nesta segunda-feira três de quatro #mísseis balísticos pela Coréia.

Os mísseis caíram perigosamente pertíssimo do Japão, especificamente, na zona Economica Exclusiva do país.

Donald Trump abriu a boca e expressou:

“O compromisso inviolável dos Estados Unidos é de estar do mesmo lado que o Japão e da Coréia do Sul por todas as ameaças que estão vindo da Coréia do Norte”.

Antonio Guterres o qual é secretário geral da ONU condenou de IMEDIATO os disparos dos mísseis balísticos.

Ele disse que estas ações violam qualquer regra do Conselho de Segurança e minam gravemente a paz e a estabilidade do país.

Haverá uma reunião do Conselho de Segurança das Nações Unidas na quarta-feira sobre pedidos de Tóquio e Seul para verificar a situação.

Em resoluções feitas pela ONU, proíbem que a Coréia do Norte use qualquer tipo de míssil balístico.

A agência estatal norte-coreana disse que o dirigente Kim Jong-um deu ordens e ainda supervisionou os disparos por uma unidade de artilharia.

“Os quatro mísseis balísticos lançados simultaneamente eram tão precisos que pareciam aviões fazendo acrobacias em formação”, descreveu a agência norte-coreana.

Apagar do mapa:

A KCNA ainda afirmou que o objetivo deles eram atingir as bases militares.

Do agressor imperialista norte-americano no Japão caso fosse necessário.

Esses disparos foram um sinal de que a Coréia do Norte está disposta a qualquer custo, apagar os seus inimigos do mapa.

Eles ainda deixam claro que os ataques impiedosos irão continuar.

Fotografias mostram Kim Jong-Um observando os lançamentos dos mísseis sorridente e aplaudindo, mostrando que foi lançado com sucesso!

Para o analista do Instituto Asan de Estudos Políticos, os disparos feios representam um sinal de alerta para o Japão.

“A Coreia do Norte demonstra que seus objetivos não se limitam mais à península coreana e podem ser ampliados, a qualquer momento, ao Japão e inclusive aos Estados Unidos”.

Related posts

Cantor e compositor Jorge Aragão foi levado as pressas para o hospital e está internado, veja aqui …

admin

Papa Francisco surpreende de novo e telefona ao vivo para programa de TV na Itália, veja…

admin

Às vésperas de Lula registrar sua candidatura, Cármen Lúcia exalta Lei da Ficha Limpa

admin