16/02/2017

16:27

Por: Alberto Silva

Você já pensou em como seria o mundo se o dinheiro não existesse?

Um passo importante para a sociedade sem dinheiro está sendo feito agora na União Europeia. Em Maio passado, descobrimos que a nota de € 500 euros está para ser retirada de circulação, e há poucas semanas a Comissão Europeia publicou um novo Plano de Ação, que instrui os Estados-Membros a restringir os “limites máximos para pagamentos em espécie”.

Em nome da luta contra o terrorismo, este Plano de Ação discute os benefícios de se “proibir pagamentos em espécie acima de um valor específico” e diz que essas proibições devem incluir até mesmo as moedas virtuais (tais como BitCoin) e instrumentos pré-pagos como cartões de crédito pré-pagos), quando usados ​​anonimamente.

Este novo documento não menciona qual seria o limite adequado para os Estados-Membros, mas sabemos que a Espanha já proíbe certas transações em espécie acima de € 2.500 euros, e na Itália e França já proíbem transações em dinheiro acima de € 1.000 euros.

Esta é uma maneira perfeita de transição para uma “sociedade sem dinheiro” sem criar muito tumulto. Ao definir um nível máximo para as transações em dinheiro e depois baixá-lo lentamente, você faz com que as pessoas não percebam o que está acontecendo.

Em muitos lugares na Europa é muito difícil até mesmo usar dinheiro neste momento. Na Suécia, muitos bancos já não recebem ou dão dinheiro, e aproximadamente 95% de todas as transações do varejo são totalmente sem dinheiro em espécie. Assim, embora a Suécia não tenha oficialmente proibido o dinheiro em espécie, ele não é mais prático na maioria das situações. Na verdade, muitos turistas ficam chocados ao descobrir que eles não podem sequer pagar uma tarifa de ônibus com dinheiro.

Assim, a maior parte da Europa já está avançando nesta mesma direção, e agora, este novo Plano de Ação pretende acelerar ainda mais a transição para uma “sociedade sem dinheiro”. O público deverá ser informado que o motivo é para combater a lavagem de dinheiro e o terrorismo, mas é claro que isso é apenas uma pequena parte da verdade.

Em uma sociedade verdadeiramente sem dinheiro, os governos seriam capazes de rastrear onde todos estão e o que todo mundo está fazendo o tempo todo. E para ter acesso ao sistema financeiro, as pessoas teriam de cumprir com as exigências que os governos queiram impor às suas populações indefesas. O potencial para a tirania que isso criaria seria fora do imaginável (profecia sobre o anticristo?), mas muitas poucas pessoas parecem estar preocupadas com este movimento em direção a um sistema sem dinheiro no mundo todo.

A razão pela qual isso está acontecendo em todo o planeta é porque esta é uma agenda global. Os globalistas planejam eliminar completamente o dinheiro, o que lhes dará um nível sem precedentes de controle sobre a humanidade. (será o líder dos globalistas o anticristo?)

Uma coisa que muitos temem, é que um dia seja implementada alguma forma de sistema de identificação, algo parecido com o microchip. E para ter acesso as suas finanças, você precisaria ter um “chip de identificação” (marca da besta?) para que o sistema pudesse identificá-lo positivamente, mas é claro que existem milhões de pessoas em todo o mundo que não pretendem ser microchipadas de maneira alguma. (todos os que temem a Deus) Antigamente, você seria rotulado como um “teórico da conspiração” apenas por sugerir que eles iriam tentar implantar microchips nas pessoas, mas em 2017 as coisas estão mudando rapidamente e completamente.

Uma tecnologia como esta muitas vezes começa sendo “voluntária”, mas depois que as pessoas aceitam de boa vontade, então se inicia um processo de transição, onde ela se torna “obrigatória”.

Vivemos em um dos momentos mais críticos em toda a história humana , e os globalistas certamente não vão se deitar e morrer apenas porque Donald Trump ganhou a eleição.

Os EUA representam menos de 5% da população do planeta, e na maior parte do mundo a agenda dos globalistas está no bom caminho e avançando rapidamente.

Os globalistas querem uma economia mundial unificada, uma religião mundial unificada e um governo mundial unificado (reinado do anticristo?). A eleição de Donald Trump foi um golpe para os globalistas, mas também os tornou mais perigosos, mais cruéis e mais determinados do que nunca. E no caso de você pensar que o termo “globalistas” é um pouco estranho, até mesmo o jornal New York Times, o está utilizando para descrever a elite global e sua agenda global.

Estamos numa batalha de vida ou morte pelo futuro da nossa sociedade, e os globalistas nunca vão desistir até que consigam o que querem. Então, agora não é um momento de complacência, porque o próprio futuro de nosso país e do mundo está em jogo.

Essa matéria  foi copiada na integra do site http://noticiasdofim.org/

Via Agência de Notícia e Notícias do FIM

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

106