09/04/2015

10:48

Por: Alberto Silva

Michel Temer veste a faixa presidencial na charge de Caruso – Rede Globo derruba Dilma

Na tentativa de Derrubar Dilma , Vice-presidente Michel Temer veste a faixa presidencial na charge de Caruso, estampada na capa do jornal O Globo desta quinta-feira, como se o jornal dos Marinho comprasse a tese do senador Aécio Neves (PSDB-MG) de que a presidente Dilma Rousseff fez uma "renúncia branca"; em editorial, no entanto, a publicação considera acertada a escolha; "da trapalhada, saiu a melhor solução, a unção de Temer", diz o texto; "movida esta peça no tabuleiro, Dilma ganha fôlego, porque passa a ter canal de diálogo com o PMDB, especializado em ser condômino do poder sem pagar o ônus de exercê-lo"; no mercado financeiro, a escolha também agradou porque fortaleceu a hipótese de aprovação do ajuste fiscal; no Congresso, a escolha mostrou resultados e a CPI do BNDES, que estava pronta para ser instalada, caiu depois que vários parlamentares retiraram suas assinaturas

Na primeira página do jornal O Globo desta quinta-feira, Dilma Rousseff não é mais presidente da República. Quem veste a faixa, na charge de Caruso, o mesmo que degolou a presidente no Dia Internacional da Mulher, é o vice-presidente Michel Temer.

A imagem, estampada na primeira página, é um sinal de que o Globo comprou a tese difundida ontem pelo senador Aécio Neves (PSSB-MG). “O que assistimos a partir desta decisão da presidente é uma renúncia branca. Hoje quem governa o Brasil não é mais a presidente Dilma”, afirmou o presidente do PSDB, que mereceu uma resposta do deputado Rogério Correia, do PT. “O Aécio precisa entender que é ele quem não governa mais Minas Gerais”, afirmou. “Perdeu Minas, para sorte dos mineiros, e só agora, um tanto atrasado, está se dando conta de que também perdeu o Brasil” (saiba mais aqui).

No entanto, em editorial, o jornal O Globo reconheceu a escolha como a mais acertada. “Da trapalhada, saiu a melhor solução, a unção de Temer”, diz o jornal, no texto Dilma se curva diante do inevitável PMDB. “Movida esta peça no tabuleiro, Dilma ganha fôlego, porque passa a ter canal de diálogo com o PMDB, especializado em ser condômino do poder sem pagar o ônus de exercê-lo.”

Na economia, a escolha de Temer foi elogiada porque, na visão de investidores, facilita a aprovação do ajuste fiscal. Por isso, o dólar caiu quase 2,5% e recuou ao menor valor em mais de um mês.

No Congresso, a escolha também mostrou resultados. A CPI do BNDES, que estava pronta para ser instalada, por iniciativa do senador Ronaldo Caiado (DEM/GO), caiu depois que vários parlamentares retiraram suas assinaturas

Aécio e o Globo vendem a tese de que Temer é o novo presidente, mas é Dilma quem retoma as condições de governabilidade.

f: Br247

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

104

Clique aqui