01/11/2015

10:55

Por: Alberto Silva

LULA sabe que será preso, O milionário ex-presidente é espancado pelos fatos

Durante a semana, Lula se disse vítima de “pancadaria”. No fim de semana, os fatos continuam a espancá-lo.

1) Os 300 milhões de Lula, Palocci, Pimentel e Erenice

a) A revista Época revelou que quatro caciques do PT foram identificados pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) por transações bancárias com indícios de irregularidades:

– Lula: R$ 52,3 milhões (27 milhões em recebimentos e 25,3 milhões em transferências);

– Antonio Palocci: R$ 216 milhões;

– Fernando Pimentel: R$ 3,1 milhões;

– Erenice Guerra: R$ 26,3 milhões, entre 2008 e 2015, período que compreende sua presença no governo de Dilma Rousseff, como ministra-chefe da Casa Civil e braço-direito da petista.

As irregularidades “vão de transações financeiras incompatíveis com o patrimônio a saques em espécie, passando pela resistência em informar o motivo de uma grande operação e a incapacidade de comprovar a origem legal dos recursos”.

O relatório foi enviado à CPI do BNDES e a oposição já defendeu neste sábado a convocação imediata de Lula, Palocci, Pimentel e Erenice.

“Comprovadas essas denúncias, elas confirmam a afirmação do ex-ministro Joaquim Barbosa, de que o país foi assaltado por uma quadrilha, organização criminosa, revelando a podridão que o Partido dos Trabalhadores e esse governo proporcionaram a 200 milhões de brasileiros”, disse ao Valor o deputado Arnaldo Jordy (PPS-PA), um dos integrantes da comissão.

b) Lula também repassou R$ 48 mil à Coskin Assessoria e Consultoria Empresarial, de Fernando Bittar, que comprou a fazenda de Lula em Atibaia-SP – aquela mesma que a OAS reformou.

É a primeira prova material da relação de Lula e Bittar, sócio de um dos filhos do petista.

c) A empresa de palestras de Lula transferiu ainda uma bolada para os filhinhos do papai e suas empresas:

Lurian: 365 mil reais;

Luís Cláudio: 209 mil reais;

Marcos Claudio (enteado): 88 mil reais;

Sandro Luiz: 60 mil reais.

2) A sujeira do caçula de Lula

Luís Cláudio é o filho de Lula cujo escritório foi alvo da Polícia Federal em busca e apreensão.

Duas semanas antes, o local passou por uma faxina, segundo a IstoÉ.

Os condôminos do conjunto comercial ouvidos pela revista “ficaram com a impressão de que os responsáveis pelo escritório estavam de mudança”.

Eu fiquei com a impressão de que só estavam mudando a sujeira de lugar.

3) O recado de Lula a Dilma

VEJA:

VEJA capa

“Do seu círculo familiar mais íntimo ao time vasto de correligionários, doadores de campanha e amigos, o sistema Lula é formado predominantemente por suspeitos, presos e sentenciados. Todos acusados de receber vantagens indevidas de esquemas bilionários de corrupção oficial.

O mito está emparedado em verdades. Lula teme ser preso, vê perigo e conspiradores em toda parte, até no Palácio do Planalto.”

Após o cerco a Luís Cláudio, Lula esbravejou:

“A Dilma passou de todos os limites. Para se preservar, está disposta a ferrar todo mundo”.

“A Dilma e o Cardozo fecharam um pacto para me derrotar”.

Uma pessoa próxima de Lula disse à revista:

“O Lula sabe que a água está chegando perto do nariz. Ele só engole a desconfiança que tem da Dilma por saber que precisa dela.”

Lula pode mandar negar todos esses comentários, mas, como falei na TVeja em seu aniversário e também no artigo “Vazar e negar: Como os políticos usam a imprensa para mandar recados“, o recado a Dilma está dado: atropele a lei para salvar minha pele.

4) Lula mandou seu amigo José Carlos Bumlai calar a boca

Segundo a coluna Radar, da VEJA, “o receio é que a história desmorone caso membros da família Schahin fechem mesmo um acordo para contar tudo sobre o empréstimo de 60 milhões de reais para a campanha de Lula em 2006″.

Relembro o que disse o próprio Bumlai ao Estadão:

“A verdade é uma só: quando conta uma mentira, você conta uma segunda, uma terceira, uma quarta, uma quinta e aí você se enrolou.”

Pois é. Lula entende disso como ninguém.

5) Se o PT morre, o petismo sobrevive

Lula disse neste sábado:

“Acho que a Dilma vai voltar a crescer, e acho que aqueles que não gostam de nós vão ter que conviver, a partir de 2018, com mais quatro anos dos partidos democráticos e populares na governança deste país.”

Repito: a maior função da Rede é emprestar um nome limpo ao PT para tentar eleger os petistas.

(Via Veja, Felipe Moura e Agências)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

102