20/08/2017

16:54

Por: Alberto Silva

Líder da KKK ameaça jornalista negra “vamos queima-lá”

A jornalista Ilia Calderón que é descendente de Colombianos disse que em um certo momento chegou a temer por sua própria vida

Líder da KKK ameaça jornalista negra “vamos queima-lá”

Um dos líderes da Ku Klux Klan (KKK) foi responsavel por ameaçar uma jornalista negra enquanto ele era entrevistado por ela nos Estados Unidos.

A jornalista Ilia Calderón que é descendente de Colombianos disse que em um certo momento chegou a temer por sua própria vida.

"Quando alguns deles morrem, isso não nos incomoda", afirmou Barker a outro canal de televisão. "Eles estão sempre atrapalhando as nossas passeatas."

Ela que é jornalista da Univision, rede de televisão norte-americana voltada ao público latino,

concordou em visitar r Chris Barker, líder da KKK, em sua casa na Carolina do Norte.

Mais assim que ela chegou, o homem perguntou por que ela não “voltava para o seu país”

Nós não temos nada aqui nos Estados Unidos, vocês continuam a enchê-lo”, afirmou o líder da organização supremacista.

“Mas, como Deus diz, como o próprio Yahweh diz, nós os expulsaremos daqui.”

Líder da KKK ameaça jornalista negra “vamos queima-lá”

O líder relatou que ela foi a primeira pessoa negra a colocar os pés em sua casa, e em um certo momento da entrevista ele garantiu que eles a “queimariam, mais que não seria agora”.

A jornalista neste momento não mostrou medo e perguntou ao líder como eles pretendiam “queimar” 11 milhões de imigrantes.

Nós matamos seis milhões de judeus da última vez. Onze milhões não são nada”, respondeu o líder da organização supremacista.

Embora o líder da KKK tenha falado algumas palavras de ódio e usado termos racistas contra a jornalista, o líder da KKK afirma que o grupo é uma organização cristã, não de ódio, e que ele não se considerava racista.

“Eu sabia que seria ofendida, mas nunca imaginei em um nível como este”, contou a jornalista em um vídeo da Univision. “Eu temi pela minha segurança e pela segurança da minha equipe.”

A entrevista ocorreu em julho, antes passeata “Unite the Right” [“Unir a Direita”, em tradução livre] em Charlottesvilee, na Virginia, na última sexta-feira (11).

Líder da KKK ameaça jornalista negra “vamos queima-lá”

Calderón chegou a acompanhar um ritual na propriedade em que os da KKK queimam uma cruz.

Barker é o “grande mago” do grupo supremacista “Loyal White Knights” (LWK) e participou da passeata.

o sábado (12), uma mulher morreu e 12 pessoas ficaram feridas quando um supremacista avançou sobre um protesto contra a passeata de sexta.

O LWK comemorou o motorista por “atropelar mais de nove comunistas antifascistas”.

“Quando alguns deles morrem, isso não nos incomoda”, afirmou Barker a outro canal de televisão. “Eles estão sempre atrapalhando as nossas passeatas.”.

Galeria
Mundo |
1 de 2
Líder da KKK ameaça jornalista negra "vamos queima-lá"
Líder da KKK ameaça jornalista negra "vamos queima-lá"

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

87

Clique aqui