19/07/2018

14:52

Por: Guilherme Silva

Jovem, acreditando ser um profeta de Deus, entra em uma jaula com leões e termina atacado por eles

Jovem, acreditando ser um profeta de Deus, entra em uma jaula com leões e termina atacado por eles

Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Jovem, acreditando ser um profeta de Deus, entra em uma jaula com leões e termina atacado por eles

Jovem aqui

 




Jovem, acreditando ser um profeta de Deus, entra em uma jaula com leões e termina atacado por eles

 

No Chile, na famosa cidade de Santiago, um jovem rapaz deixou todas as pessoas de um zoológico

surpresas. Ele teve a coragem necessária para entrar, sem nenhum tipo de vestimenta, dentro da jaula

dos leões. Seu nome foi dado como Franco Luiz Ferrada Román e ele sofreu vários ferimentos após os

leões partirem para cima.

 




 

Os policiais analisaram as roupas de Luiz Ferrada. O jovem as retirou antes de entrar na jaula e deixou

em um canto. Eles encontraram em um dos bolsos uma carta, em que Franco dizia claramente ser um

profeta. A Televisão Nacional do Chile informou que o tão falado apocalipse já tinha se iniciado e que

Deus o protegeria de todas as coisas.

 




 

A imprensa do Chile disse que, no local, existiam várias testemunhas, e elas explicaram que Román

estava agitado, muito nervoso e gritava bastante. Quando todos menos esperavam, o jovem entrou na

jaula e as equipes de emergência não tiveram outra escolha al[em de sacrificar os leões para salvar uma

vida humana.

 




 

A diretora máxima do zoológico se posicionou sobre o ocorrido logo depois que a poeira baixou. Em uma

entrevista para a TNV, contou que a decisão de sacrificar os leões foi difícil, pensaram nas possibilidades

e sabiam que um tranquilizante comum iria demorar aproximadamente 5 minutos para fazer efeito,

tempo mais do que suficiente para os animais tirarem a vida de Franco.

 




 

Neste momento veio a decisão, como uma forma de salvação, uma vida por outra. A mulher continuou

dizendo que todos os seus funcionários agiram com muita presteza, foram rápidos e pegaram as armas

com um extremo profissionalismo. Explicou que infelizmente está na regra que quando uma pessoa

esteja na mesma jaula que um animal, este deve ser sacrificado.

 




 

Não escondeu sua tristeza ao falar dos leões abatidos, os animais do zoológico são para ela ‘da família’ e

perder um macho e uma fêmea que já estavam lá há duas décadas foi um golpe e tanto para a diretora.

Uma ONG aproveitou a oportunidade para criticar os ‘zoológicos’ como um todo e declarou que caso os

humanos não prendessem tantos animais em cativeiro, situações do tipo iriam ser evitadas.

 

 




Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

34
PENSA BRASIL NOTÍCIAS