14/10/2015

12:04

Por: Alberto Silva

Dilma vai ao esgoto e chama os brasileiros de imorais, desonrados e pedaladores. Vai ficar por isso mesmo?

Todos tiranos com medo de perder o poder passam a agir violentamente em nome de sua manutenção, nem que tenham que apelar ao abismo da depravação humana. Com Dilma, não seria diferente. Em um discurso na CUT, ela deu um dos mais violentos tapas na cara do povo em toda a história política brasileira:

Quem tem força moral, reputação ilibada e biografia limpa suficientes para atacar a minha honra? […] Lutarei para defender o mandato que me foi concedido pelo voto popular, pela democracia e por nosso projeto de desenvolvimento.

Espere aí!

Ela praticou estelionato eleitoral, colocou ministros golpistas no STF, deu pedaladas fiscais (que causaram prejuízos de mais de 100 bilhões de reais), teve sua campanha abastecida por dinheiro de propina, defendeu a violência do governo de Nicolas Maduro e daí por diante. Devemos manter distância de qualquer pessoa cuja honra se emparelhe com a de Dilma.

Mesmo assim, ela disse a maioria absoluta do povo brasileiro não tem “força moral, reputação ilibada e biografia limpa suficientes”, pois é exatamente esta maioria a defender o impeachment. Mas aí fica o desafio: isto não pode ficar barato.

É momento de a oposição conversar com os movimentos e dar um tratamento específico a essa ofensa. A cada dia, ela quebra novos limites, mas hoje chegou ao ponto do intolerável.

Faça sua parte: transmita a mensagem e explique o quanto Dilma ofendeu a todos nós que não pertencemos ao seu grupo de sicários. E apontem o dedo para os deputados oposicionistas que não se manifestarem contra esse absurdo.

POR

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

57

Clique aqui