02/04/2015

09:10

Por: Alberto Silva

Corinthians dá show com ‘hat-trick’ de Guerrero, atropela Danubio e fica a um passo das oitavas

Logo no começo, Renato Augusto roubou a bola e encontrou Emerson pela esquerda. Ele cruzou para a área, Guerrero desviou, e o goleiro Torgnascioli fez grande defesa. No rebote, Elias não conseguiu finalizar, por pouco não abrindo o placar.

Mesmo assim, o Corinthians seguiu no ataque. Uendel avançou pela esquerda e cruzou. Jadson deixou a bola passar, e Emerson bateu rasteiro. Torgnascioli fez outra grande defesa para salvar o Danubio.

Era o chamado “Grupo da Morte” da Copa Libertadores. Mas o Corinthians precisou de apenas quatro rodadas para praticamente encaminhar a classificação às oitavas de final. Com show, “hat-trick” de Paolo Guerrero e gol de falta de Jadson, o time alvinegro atropelou o Danúbio (URU) por 4 a 0 nesta quarta-feira, na Arena Corinthians, chegou aos 12 pontos e só fica de fora da próxima etapa se ocorrer uma catástrofe.

Não apenas pela goleada diante do time uruguaio, mas também porque o arquirrival São Paulo sucumbiu contra o San Lorenzo horas antes, na Argentina, e deixou a briga pela segunda vaga entre as duas equipes, que têm seis pontos cada, mas ainda enfrentam o Corinthians. O Danubio, por sua vez, sequer pontuou na competição e tem chance praticamente nula de seguir adiante.

Restam duas rodadas para o fim da fase de grupos, e o Corinthians só não avança se perder as próximas partidas, ver tanto o time argentino quanto o tricolor vencerem seus compromissos restantes e ainda tirarem uma considerável diferença no saldo de gols – os corintianos têm oito, contra dois dos são-paulinos e zero do San Lorenzo.

Único time 100% na Libertadores ao lado do Boca Juniors, o clube do Parque São Jorge volta a campo pela competição no dia 16, quando recebe o San Lorenzo, novamente na Arena em Itaquera. Depois, encerra sua participação na etapa de grupos diante do arquirrival São Paulo no dia 22, no Morumbi.

Corinthias 2

Logo no começo, Renato Augusto roubou a bola e encontrou Emerson pela esquerda. Ele cruzou para a área, Guerrero desviou, e o goleiro Torgnascioli fez grande defesa. No rebote, Elias não conseguiu finalizar, por pouco não abrindo o placar.

Mesmo assim, o Corinthians seguiu no ataque. Uendel avançou pela esquerda e cruzou. Jadson deixou a bola passar, e Emerson bateu rasteiro. Torgnascioli fez outra grande defesa para salvar o Danubio.

O gol era questão de tempo. E veio aos 26 minutos. Após falta cometida na entrada da área, Jadson pediu a bola e bateu com perfeição, por cima da barreira, no ângulo direito do goleiro do Danubio. Golaço!

Pouco depois, aos 33, Jadson avançou pelo meio e tocou para Elias em profundidade. O volante escapou do carrinho e cruzou de forma cirúrgica. Guerrero, livre na área, desviou de cabeça com categoria no canto esquerdo do goleiro e ampliou a vantagem alvinegra.

E por pouco o primeiro tempo não se transformou em goleada. Elias interceptou, rolou para Guerrero e foi para a área. O volante não conseguiu dominar o passe de volta na cara do goleiro e perdeu grande chance. No rebote, Emerson dividiu com a zaga, e a bola saiu pela linha de fundo.

O segundo tempo mal começou, e com 20 segundos o Corinthians transformou a vitória em goleada. Emerson recebeu de Renato Augusto pela esquerda e alçou com precisão na área. Guerrero escapou da marcação e deu de voleio, fazendo o terceiro. A partir daí, a torcida alvinegra já começou os gritos de olé.

O rolo compressor alvinegro não parou em cima do assustado Danubio. Aos 22, Elias sofreu falta. Jadson cobrou por cima, Guerrero disputou a jogada com a zaga, levou vantagem e desviou para o gol. Hat trick do peruano em Itaquera, para encerrar uma noite de gala e praticamente classificar o Corinthians no “Grupo da Morte” da Libertadores.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 4 X 0 DANUBIO

Local: Estádio de Itaquera, em São Paulo (SP)

Data: 1º de abril de 2015, quarta-feira

Horário: 22 horas (de Brasília)

Árbitro: Diego Haro (Peru)

Assistentes: Cesar Escano e Braulio Cornejo (ambos do Peru)

Cartões amarelos: Emerson (Corinthians). Sosa, Cristian González, Torgnascioli, Gravi (Danubio)

Cartão vermelho: De Los Santos (Danubio)

Público: 38.928 espectadores (38.471 pagantes)

Renda: R$ 3.283.955,50

Gols: CORINTHIANS: Jadson, aos 26 minutos do primeiro tempo. Guerrero, aos 33 minutos do primeiro tempo e a 1 e 22 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS: Cássio; Fagner (Edu Dracena), Felipe, Gil e Uendel; Ralf, Elias, Jadson, Renato Augusto e Emerson (Vagner Love); Guerrero

Técnico: Tite

DANUBIO: Torgnascioli; Velázquez (Gravi), De Los Santos, Cristian González e Ricca; Viana (Schirone), Formiliano, Sosa e Milessi (Ignacio González); Fornaroli e Castro

Técnico: Leonardo Ramos

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

86

Clique aqui