12/04/2015

10:32

Por: Alberto Silva

Cartaz em trio elétrico com mensagem em inglês pede intervenção militar: “Nós estamos implorando pela ajuda do nosso Exército”.

Um giro pelas manifestações no Brasil agora

Em Brasília, a organização do movimento estima o tamanho do público em 10 mil pessoas. A estimativa mais recente da PM, atualizada por volta de 10h, era de 2 mil pessoas.

SÃO PAULO: Integrantes do União Democrática Ruralista (UDR) fazem um “tratoraço” no Parque do Povo, em Presidente Prudente, em protesto ao governo atual. Segundo a PM, por volta das 10h, mil pessoas integravam a manifestação na cidade, porém os organizadores ainda atualizam a contabilização própria.

MARANHÃO: Manifestantes estão concentrados desde 8h30, na Avenida Litorânea, em São Luís. Eles estão confeccionando cartazes e convocando motoristas e pedestres a se unirem ao movimento. Segundo a organização, os participantes farão passeata de 3,5 km às 11h, do Parquinho da Litorânea até a Praça do Pescador.

SÃO PAULO: após se concentrarem na Praça da Matriz, o grupo de manifestantes começou a passeata pelas ruas de Itu. Os manifestantes vão até a porta da Câmara Municipal e depois retornam ao ponto de partida. Segundo os organizadores, participam do ato aproximadamente 200 pessoas. Já a Polícia Militar fala em 170.

Os manifestantes em Brasília começaram a caminhada em direção ao Congresso Nacional, acompanhados de um trio elétrico. Durante a passeata, sopram apitos, exibem cartazes e gritam palavras de ordem.

RIO DE JANEIRO: Poucas pessoas se reúnem em Macaé, interior do Rio. De acordo com a organização, bem como os policiais, por enquanto um grupo de apenas 5 manifestantes ocupa uma rua em frente à igreja Nossa Senhora da Glória, que dá acesso à Praia Campista. Apesar do trecho estar em meia pista – sinalizado com cones – o tráfego não é prejudicado.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

50

Clique aqui