17/06/2016

06:18

Por: Alberto Silva

Após protesto, grupo de estudantes e PM entram em confronto na USP

Um protesto terminou em confronto na noite desta quinta-feira (16) na USP (Universidade de São Paulo). Cerca de 50 estudantes tentaram invadir o prédio da antiga reitoria da universidade, e a Polícia Militar impediu. Alunos e PMs entraram em conflito, com pedradas e bombas de efeito moral.

Pela tarde, um grupo de cerca de 200 estudantes se reuniu no estacionamento nos fundos do prédio da reitoria da USP, reivindicando a implementação de cotas sociais e raciais na universidade. Cerca de 20 policiais militares fizeram um cordão de isolamento na entrada do edifício.

Em assembleia, a maior parte dos estudantes decidiu por não invadir nenhum prédio. Um grupo de cerca de 50 pessoas, porém, se separou e tentou entrar no antigo prédio da reitoria. Antes de tomarem qualquer iniciativa, viaturas da polícia militar foram à frente do edifício e tentaram dispersar o grupo. Os estudantes reagiram com pedradas, e a Polícia Militar lançou bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo. Não há relatos de feridos.

Parte dos alunos se escondeu nos apartamentos do Crusp (Conjunto Residencial da USP), e a Polícia Militar lançou bombas também em direção às moradias. Os agentes deixaram o Crusp por volta das 23h45, mas permaneciam de prontidão. PMs e estudantes trocavam ofensas.

Um carro da guarda universitária e uma porta do prédio da antiga reitoria tiveram o vidro quebrado com pedras jogadas por estudantes.

Parte dos alunos se escondeu nos apartamentos do Crusp (Conjunto Residencial da USP), e a Polícia Militar lançou bombas também em direção às moradias. Os agentes deixaram o Crusp por volta das 23h45, mas permaneciam de prontidão. PMs e estudantes trocavam ofensas.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

51

Clique aqui