23/04/2015

10:21

Por: Alberto Silva

Após polêmica nacional Pai de MC Melody pode ser preso e perder a guarda da filha após vídeos polêmicos

MC Melody, de oito anos, chocou alguns internautas após aparecer em vídeos sensualizando e cantando como uma funkeira adulta. Depois do pai MC Belinho ver a reação do público, reconheceu que a exposição pode ter sido inadequada. Porém, ele corre o risco de ser preso e ainda perder a guarda da filha

Aos oito anos, MC Melody é um dos mais recentes fenômenos do funk paulista. Com vídeos vistos milhões de vezes e perfis movimentados nas redes sociais, ela viu sua fama crescer de forma relevante mesmo sem ainda ter lançado um disco e feito shows apenas em matinês. Mas ao mesmo tempo que curte o sucesso puxado principalmente pelo hit Fala de Mim, a garota é pivô de uma polêmica na internet.

Com letras consideradas inadequadas para sua idade e roupas curtas em fotos, Melody e seu pai, MC Belinho, recebem críticas diárias pela exposição da funkeira. Mas, a patrulha aumentou quando o autointitulado militante de direita Renato Oliveira (conhecido por apoiar Jair Bolsonaro durante o programa de Jô Soares) gravou um vídeo e criou uma campanha para que a cantora não fosse mais exposta dessa forma. Ele também pede que o pai seja preso por exploração infantil.

— Luto pelo fim da erotização infantil. A Melody serve como exemplo para essa campanha. Dizer que o que ela faz é inocente é uma maneira de relativizar a pedofilia. Basta ver os comentários de alguns maníacos na página dela. É revoltante.

O pai da cantora se defende e diz que o trabalho de Melody é focado em letras sem palavrões e termos de baixo calão. Belinho, de 27 anos, diz que existe uma perseguição contra o funk e que o sucesso dela incomoda e atrai pessoas que querem se promover. Ele chegou a gravar um vídeo resposta para Renato Oliveira com esses argumentos

— A cidade está cheia de crianças abandonadas. Minhas filhas são bem criadas, têm de tudo. O Renato quer se promover em cima do nosso sucesso e denegrir o funk.

O vídeo postado por Renato na noite de domingo (19) já soma 200 mil curtidas e quase 300 mil compartilhamentos. Nos comentários, a maioria das pessoas concorda que a postura do pai na condução da carreira de Melody é irresponsável.

—Além de tudo, a Melody é ofendida em comentários no Facebook. Isso é muito grave para o desenvolvimento da personalidade dela. Fora que a funkeira acaba se transformando em referência para outras crianças, o que não é nada saudável para a infância brasileira.

Especialista em guarda do menor, o advogado João Miguel Gava Filho comenta que, do ponto de vista legal, “é inaceitável uma criança de oito anos cantar e dançar músicas repletas de sensualidade” (veja vídeo com apresentação da MC abaixo).

— Um menor de idade pode exercer função artística, desde que não contrarie os valores familiares estabelecidos na Constituição Federal. Direito não diz respeito apenas à lei. Ele integra valores e bons costumes também.

Para Gava Filho, a conduta do pai contraria esses preceitos legais e ele poderia correr o risco de perder a guarda de Melody.

— Ao meu ver, ele não é apto para exercer o papel de pai. E também é difícil acreditar que Belinho não age por impulsos financeiros. Se isso fosse provado, agravaria a situação e poderia colocá-lo na condição de explorador de menores.

Belinho se defende dizendo que se mantém apenas com o que ganha exercendo a carreira de funkeiro há cerca de sete anos. Ele diz ainda que é mentiroso o discurso de quem afirma que ele usa a filha apenas visando o lucro.

— Ela faz apenas shows em matinês e são poucos, porque o foco dela no momento é estudar. Nem pensamos em dinheiro. Deixo Melody cantar apenas porque ela é fã de Anitta e quer ser igual a ela.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

55

Clique aqui