09/03/2016

23:02

Por: Alberto Silva

Ai sim, ‘Petralhas’ na cadeia – Homem que queimou bandeira do Brasil ficará preso em Brasília

PF informou que ele irá para o Complexo Penitenciário da Papuda. Em depoimento, disse que queria chamar atenção para a causa dos negros.

Bandeira Vermelha? Jamais… O homem de 38 anos que nesta quarta-feira (13) escalou o mastro e queimou um pedaço da bandeira nacional na Praça dos Três Poderes, próximo ao Congresso Nacional, em Brasília, será encaminhado nesta quinta (14) para o Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília.

Segundo a Polícia Federal, ele ficará à disposição da Justiça e deverá responder por crime contra o patrimônio público. Se condenado, poderá pegar de seis meses a três anos de prisão. Ele escalou os 100 metros do monumento e, ao chegar ao topo, queimou parte da bandeira de 286 metros quadrados.

A Polícia Federal informou que o homem é de São Paulo, mas não divulgou o nome dele. Quando estava no monumento, ele atirou um papel para os jornalistas com um número de celular. Ao ser contatado, disse que se chamava Paulo Sérgio Ferreira.

Em depoimento prestado na Superintendência da Polícia Federal em Brasília nesta tarde, o homem teria afirmado que trabalhava como metalúrgico, mas não informou desde quando estava em Brasília, segundo a assessoria da PF.

No depoimento, segundo a assessoria da PF, o homem afirmou que queimou a bandeira em um “ato para chamar a atenção para as questões raciais no Brasil”.

Junto com o homem, foi apreendida uma sacola com um litro de combustível, cordas, fósforos e alimentos, segundo a Polícia Militar, que também participou da operação de resgate.

Aos jornalistas, pelo celular, ele afirmou que se sentia “perseguido” e acusou o Brasil de ser “uma pátria assassina de negros.”

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

100