13/09/2015

20:43

Por: Alberto Silva

A última chance de Dilma, ela está por um fio.

O editorial do jornal a Folha de São Paulo, publicado neste domingo, 13 de setembro, é definitivo. Faz uma cirúrgica análise sobre o atual quadro político-econômico em que o Brasil foi jogado e navega. Diz, de forma direta que a presidente abusou do direito de errar e que precisa, urgentemente reconhecer as alarmantes dimensões da atual crise.

Atribui  ao desmantelamento ético do PT e dos partidos que lhe prestaram apoio,  parte significativa  da responsabilidade do “caos”  em que o país está mergulhado. Conclui que é imprescindível conter o aumento da dívida pública, evitar a qualquer custo a degradação econômica e não cogitar de caminhar de braços com o  fantasma da inflação descontrolada, caso contrário não restará outro caminho para a Presidente Dilma  a não ser abandonar suas responsabilidades presidenciais e, eventualmente, o cargo que ocupa.

…  A última Chance

Às voltas com uma gravíssima crise político-econômica, que ajudou a criar e a que tem respondido de forma errática e descoordenada; vivendo a corrosão vertiginosa de seu apoio popular e parlamentar, a que se soma o a administração Dilma Rousseff está por um fio.

A presidente abusou do direito de errar. Em menos de dez meses de segundo mandato, perdeu a credibilidade e esgotou as reservas de paciência que a sociedade lhe tinha a conferir. Precisa, agora, demonstrar que ainda tem capacidade política de apresentar rumos para o país no tempo que lhe resta de governo.

Trata-se de reconhecer as alarmantes dimensões da atual crise e, sem hesitação, responder às emergências produzidas acima de tudo pela irresponsabilidade generalizada que se verificou nos últimos anos.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

63

Clique aqui