13/05/2016

15:34

Por: Alberto Silva

Primeira reunião de TEMER não começa bem, veja a confusão

Em sua primeira entrevista, concedida à TV Globo nesta sexta, Meirelles disse que os cortes não devem atingir os programas sociais, principal bandeira do governo do PT, e que seu foco será controlar o crescimento das despesas públicas.

O presidente interino Michel Temer (PMDB) faz nesta sexta-feira (13) sua primeira reunião ministerial no Palácio do Planalto. Estão presentes 23 ministros, exceto Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo). A confusão já iniciou na entrada, todos queriam ter direito da palavra primeiro. Muitos até chegaram a dizer que não aceitam palpites em seus ministérios, foi um bate boca geral.

Ao final do encontro, que teve início às 9h20, alguns ministros irão conceder uma coletiva de imprensa para explicar os detalhes discutidos.

O ministro Henrique Meirelles (Fazenda) vai falar com jornalistas às 11h30 em seu ministério. O objetivo é anunciar algumas medidas como o teto de gastos, corte de cargos e reformas estruturais, como a da Previdência e a Trabalhista.

O ministro Henrique Meirelles (Fazenda) vai falar com jornalistas às 11h30 em seu ministério. O objetivo é anunciar algumas medidas como o teto de gastos, corte de cargos e reformas estruturais, como a da Previdência e a Trabalhista.

Em sua primeira entrevista, concedida à TV Globo nesta sexta, Meirelles disse que os cortes não devem atingir os programas sociais, principal bandeira do governo do PT, e que seu foco será controlar o crescimento das despesas públicas.

O ministro da Fazenda não descartou a recriação da CPMF, que havia sido proposta por Dilma Rousseff, e o estabelecimento de uma idade mínima para a aposentadoria.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

100

Clique aqui