27/09/2016

14:25

Por: Alberto Silva

Paris vai inaugurar espaço nudista ao ar livre em 2017

O Conselho de Paris votou nesta segunda-feira (26) favoravelmente em uma proposta para a instauração de um espaço nudista na capital francesa.

Paris vai finalmente se render ao nudismo com a criação de um espaço ao ar livre –a primeira iniciativa do gênero na capital francesa. A proposta deve sair do papel e se concretizar durante o próximo verão no hemisfério norte.

O Conselho de Paris votou nesta segunda-feira (26) favoravelmente em uma proposta para a instauração de um espaço nudista na capital francesa. A França é o primeiro destino para os praticantes da doutrina.

De acordo com a associação França Espaços Naturistas, a prática atrai todos os anos 1,5 milhão de veranistas a praias e colônias de férias do país, arrecadando € 250 milhões para o setor anualmente. A maioria dos turistas nudistas, 60%, são estrangeiros, especialmente holandeses, alemães, belgas e britânicos.

De acordo com a associação França Espaços Naturistas, a prática atrai todos os anos 1,5 milhão de veranistas a praias e colônias de férias do país, arrecadando € 250 milhões para o setor anualmente. A maioria dos turistas nudistas, 60%, são estrangeiros, especialmente holandeses, alemães, belgas e britânicos.

Outras cidades europeias, como Berlim, Munique e Barcelona são célebres por adotar a doutrina em espaços públicos. “O nudismo se desenvolve e Paris não conta até o momento com um local que permita a prática”, defendeu o vice-presidente do grupo de vereadores ecologistas, que lideram a causa.

Já o vice-prefeito de Paris, Bruno Julliard, lembrou que com mais de uma centena de praias e diversas colônias nudistas, a França é reconhecida no mundo pela prática, mas Paris, onde há “uma demanda respeitável”, deixa a desejar no quesito.

Antes da inauguração oficial do espaço, Julliard afirmou que um local será designado para testes. “Talvez um dos bosques da capital francesa, próximo de um lago, mas sem que isso cause prejuízos para a ordem pública”, sugeriu.

(Via Agencia)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

91