14/01/2016

18:03

Por: Alberto Silva

“Inacreditável” Pai estrangula e mata filho de 3 anos porque ele “atrapalhava” seu relacionamento com adolescente de 17 anos de idade

Um pai está sob custódia policial após supostamente ter estrangulado seu filho de três anos de idade para que pudesse dar continuidade a um relacionamento com uma adolescente de 17 anos de idade.

O corpo de Brendan Creato foi encontrado abandonado em uma mata de Nova Jersey, EUA, depois que ele passou a noite com o pai, David Creato Jr.

Segundo promotores, a namorada de David se ressentia do fato de que ele tinha que se comunicar com Samantha Denoto, a mãe de seu filho, porque ambos compartilhavam a custódia da criança.

Pai estrangula filho de 3 anos porque ele “atrapalhava” seu relacionamento com adolescente

David Creato Jr estrangulou seu filho, Brendan Creato, de 3 anos, porque este estava no caminho de seu relacionamento com uma adolescente de 17 anos. Foto: abc6

Christine Sha, assistente de promotoria, disse a um tribunal em Camden, Nova Jersey, que o pai da vítima era paranoico. Foi relatado que David supostamente matou seu filho por estrangulamento, sufocamento, afogamento ou por usar algo para apertar o pescoço do menino.

Na ocasião em que Brendan passou a noite na casa de seu pai, o acusado ligou para os serviços de emergência dizendo ter dado falta do menino às 6 h, indicando que ele poderia ter saído pela porta.

Foto: GOFUNDME

Brendam e sua mãe, Samantha Denoto. Foto: GOFUNDME

Os restos mortais da criança foram encontrados por um cão policial quase 1 quilômetro de distância da residência, cerca de três horas após ele ter sido dado como desaparecido.

O exame post mortem foi inconclusivo e as circunstâncias da morte não foram determinadas.

Foto: Google Street View

Foto: Google Street View

Fonte: Mirror

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

99