27/09/2016

15:30

Em São Paulo Doria segue na liderança, deixando Russomanno para trás

Considerando apenas os votos válidos, que excluem brancos, nulos e indecisos, Doria cresce ainda mais e aparece com 35% seguido por Russomanno (26%), Marta (17%), Haddad (13%) e Erundina (6%).

Por: Alberto Silva

A pesquisa Datafolha para a Prefeitura de São Paulo aponta que o candidato do PSDB João Doria ampliou a vantagem e lidera isolado a disputa com 30% das intenções de voto, seis dias antes do primeiro turno. O levantamento foi divulgado na manhã desta terça-feira (27).

O deputado federal Celso Russomanno (PRB) aparece atrás de Doria na disputa e manteve os mesmos 22% do último levantamento divulgado na quarta-feira (21). Marta Suplicy, do PMDB, caiu 5 pontos e agora aparece com 15%. A queda representa um empate técnico com o prefeito Fernando Haddad (PT), que aparece com 11%.

Votos válidos

Considerando apenas os votos válidos, que excluem brancos, nulos e indecisos, Doria cresce ainda mais e aparece com 35% seguido por Russomanno (26%), Marta (17%), Haddad (13%) e Erundina (6%).

Segundo Turno

Nas simulações para um eventual segundo turno, o candidato tucano também está na frente. Contra Russomanno, Doria fica com 42% contra 37% do candidato do PRB. Se a disputa fosse com Marta, o tucano aparece com 45% e ela com 36%.

A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. O Datafolha ouviu 1.510 pessoas.

Pesquisa Ibope

A pesquisa Ibope divulgada nessa segunda-feira (26) também apontou mudanças na corrida eleitoral em São Paulo. Terceiro colocado na pesquisa anterior, realizada entre os dias 10 e 13 de setembro, João Doria (PSDB) cresceu 11 pontos percentuais (de 17% para 28%) e assumiu a liderança das intenções de voto.

O tucano – que também aparecia em primeiro lugar na última pesquisa do Datafolha – passou à frente do candidato do PRB, deputado Celso Russomanno, que agora possui 24% (antes, tinha 30%). Se considerada a margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos, Doria e Russomanno estão em situação de empate técnico.

A senadora Marta Suplicy (PMDB), que tinha 20% das intenções de voto, caiu cinco pontos percentuais – passando para 15% – e agora está empatada tecnicamente com o atual prefeito da capital, Fernando Haddad (PT), que subiu três pontos percentuais e agora tem 12% de preferência dos eleitores.

A candidata Luiza Erundina (Psol) aparece em quinto lugar, variando de 5% para 4%. Já Altino Prazeres (PSTU), que tinha 1% das intenções no último levantamento, não pontuou. Major Olímpio (Solidariedade), João Bico (PSDC) e Levy Fidelix (PRTB) se mantiveram com 1%. Ricardo Young (Rede) e Henrique Áreas (PCO) também não pontuaram. Os eleitores que pretendem votar nulo ou em branco somam 10%, enquanto 4% não responderam.

Segundo turno

Segundo a pesquisa, o candidato João Doria ganharia no segundo turno nos três cenários simulados. Contra Haddad, venceria por 52% a 28%. Na disputa com Marta, o tucano teria 45% dos votos, contra 33% da ex-prefeita. Se o pleito fosse contra Russomanno, Doria teria 41%, enquanto o deputado receberia 37% dos votos. Considerando a margem de erro, estão em empate técnico.

Russomanno venceria no segundo turno contra Marta (44% a 32%) e contra Haddad (51% a 24%). Em uma simulação de Marta contra Haddad, a senadora teria 43% dos votos, contra 25% do petista.

(Via Agencia)

 

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

90