05/05/2016

18:25

Por: Alberto Silva

Com crise na política sem solução “Exército” terá que cumprir constituição e assumir a nação

Questionado se a Força for convocada para proteger o País, neste momento de tensão política, o comandante foi objetivo.

O comandante-geral do Exército Brasileiro, general Villas Bôas, disse, na noite desta Quarta feira  (04), que os militares estão preparados para a possibilidade de dar segurança interna ao País, durante o processo que pede o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Segundo ele, o procedimento respeitará os trâmites legais estabelecidos na Constituição. A afirmação do general foi feita durante a cerimônia de troca de comando no Comando Militar da Amazônia (CMA), na zona oeste de Manaus.

Questionado se a Força for convocada para proteger o País, neste momento de tensão política, o comandante  foi objetivo. “Logicamente, que estamos preparados, sempre. Mas antes de o Exército ser empregado, há toda uma ritualística e várias fases a serem ultrapassadas, que envolve a segurança pública dos Estados. Mas a sociedade está tranquila, está companhando, está mobilizada, participando. E nós temos a expectativa de que até o desenrolar desse processo que estamos vivendo, as coisas ocorrerão tranquilamente”, disse.

Na noite desta quarta feira, aconteceu a troca de comando do CMA. O general Guilherme Theophilo, após dois anos no cargo, passou o comando da região para o general Antonio Miotto, em  cerimônia que contou com a presença de várias autoridades, entre elas, o prefeito de Manaus, Arthur Neto.

Logicamente, que estamos preparados, sempre. Mas antes de o Exército ser empregado, há toda uma ritualística e várias fases a serem ultrapassadas, que envolve a segurança pública dos Estados. Mas a sociedade está tranquila, está companhando, está mobilizada, participando. E nós temos a expectativa de que até o desenrolar desse processo que estamos vivendo, as coisas ocorrerão tranquilamente

Natural do Rio Grande do Sul, o general  Miotto vai assumir o CMA aos 60 anos, já tendo cumprido muitas missões, como o adestramento de tropas e garantia da lei da ordem.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

loading...
94