12/05/2016

21:11

Por: Alberto Silva

Casa Branca divulga nota de OBAMA a TEMER, veja

As declarações repetiram o tom cauteloso usado nos últimos dias pelo governo americano sobre o processo de impeachment de Dilma Rousseff

Foi como uma bomba dentro da Casa Branca e OBAMA foi taxativo, mandou seu recado por porta voz. O governo americano afirmou nesta quinta (11) que “no momento” não há planos de um telefonema do presidente Barack Obama para o presidente interino Michel Temer, mas reiterou a confiança nas instituições brasileiras.

“Não sou um especialista na Constituição brasileira, mas nossa expectativa é que as instituições do governo brasileiro que foram construídas nas últimas décadas são suficientemente maduras e duráveis para resistir à turbulência política que o Brasil enfrenta agora”, disse o porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest.

As declarações repetiram o tom cauteloso usado nos últimos dias pelo governo americano sobre o processo de impeachment de Dilma Rousseff, afastada nesta quinta da Presidência. Segundo Earnest, a mudança não altera a cooperação o apoio do governo americano ao Brasil.

O mundo está torcendo para que o Brasil seja bem-sucedido na organização dos Jogos. Queremos apoiar os esforços dos brasileiros em sediar Jogos em que as instalações estejam prontas, em que os jogos ocorram em segurança e nos quais possamos ver os melhores atletas do mundo competir. Estamos torcendo para o Brasil ser bem-sucedido. Até que ocorram as competições em si, quando vamos torcer para os americanos", disse Earnest.

“Os EUA estarão ao lado do Brasil, mesmo nesse momento desafiador”, disse o porta-voz, reiterando o valor que o país dá às “importantes relações” com o Brasil.
“Cooperamos em uma ampla gama de temas, o presidente Obama visitou o Brasil em seu primeiro mandato e foi uma oportunidade para ele falar afirmativamente da importância da relação entre os dois países, o que foi renovado quando Rousseff visitou a Casa Branca recentemente.”

Questionado sobre a preocupação de que o vírus da zika possa ter um impacto negativo nas Olimpíadas do Rio, Earnest disse que o Brasil pode contar com o apoio dos EUA. Convidado por Dilma para assistir aos Jogos no Rio, o presidente Obama ainda não anunciou se irá.

“O mundo está torcendo para que o Brasil seja bem-sucedido na organização dos Jogos. Queremos apoiar os esforços dos brasileiros em sediar Jogos em que as instalações estejam prontas, em que os jogos ocorram em segurança e nos quais possamos ver os melhores atletas do mundo competir. Estamos torcendo para o Brasil ser bem-sucedido. Até que ocorram as competições em si, quando vamos torcer para os americanos”, disse Earnest.

Em outra entrevista, a porta-voz do Departamento de Estado Elizabeth Trudeau afirmou que os dois países mantém uma “relação robusta” e que os EUA “estão confiantes que o Brasil será capaz de lidar com seus desafios políticos de forma democrática”. Durante a entrevista, assim como na Casa Branca, jornalistas de vários países se interessaram em saber a posição americana sobre os acontecimentos no Brasil.

“Temos uma forte relação bilateral. São as duas maiores democracias do hemisfério e somos um parceiro comprometido. Cooperamos com o Brasil em vários assuntos, como comércio, segurança e meio ambiente, e nossa expectativa é que isso continue”, afirmou Trudeau.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

loading...
93