OutrosUncategorized

Mulher de Cunha ficará frente a frente com Sérgio Moro e poderá ir direto pra cadeia

O juiz Sérgio Moro marcou a data do interrogatório da mulher do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB), Cláudia Cruz, para se explicar sobre as acusações da Lava Jato de que teria lavado dinheiro e evadido cerca de US$ 1 milhão por meio de contas secretas no exterior abastecidas por seu marido com dinheiro da corrupção na Petrobrás. A decisão foi tomada na segunda-feira, 17, e tornada pública hoje. aqui

Será no dia 14 de novembro, seis meses depois de o juiz da Lava Jato aceitar a denuncia contra a mulher de Cunha. Antes, no dia 9, serão interrogados o ex-diretor Internacional da Petrobrás Jorge Luiz Zelada e o lobista João Augusto Rezende Henriques, apontado como operador do PMDB no esquema de corrupção na Petrobrás. Ambos também são réus na mesma ação de Cláudia.

(Via Agencia)

Related posts

Governo Dilma, Ministério da Cultura aprova R$ 356 mil para publicar biografia

admin

Brasil pode começar a ser salvo hoje CCJ pode votar, entenda…

admin

Cabral usa restaurante japonês para lavar dinheiro

admin