CuriosidadesUncategorized

Bernardinho abandona a seleção brasileira de vôlei, entenda…

O técnico mais conhecido do país não irá mais treinar a seleção de vôlei.

O técnico da seleção brasileira de vôlei, Bernardinho, resolveu se aposentar depois de 15 anos de um trabalho árduo que rendeu para o Brasil muitos prêmios e medalhas de ouro. aqui

Ele decidiu deixar a carreira como técnico de lado para se dedicar mais a projetos pessoas e a sua família. Quem anunciou sua saída foi a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

“Não ver o Bernardo dirigindo a seleção masculina é uma coisa difícil neste momento. A gente sabe que um dia ia chegar, mas não esperava que fosse desta maneira”.

Veja informações do site IG Esportes:

José Roberto Guimarães, lamentou o encerramento do ciclo do bicampeão olímpico como treinador.

“Não ver o Bernardo dirigindo a seleção masculina é uma coisa difícil neste momento. A gente sabe que um dia ia chegar, mas não esperava que fosse desta maneira”, disse Zé Roberto em entrevista ao programa Esporte Espetacular, da TV Globo.

A falta de amizade entre os dois, porém, não fez com que o também bicampeão olímpico, só que com as mulheres, não elogiasse Bernardinho como treinador.

“O Bernardo é uma grande referência para o voleibol brasileiro e mundial pelo seu estilo e maneira de ser, seu trabalho e dedicação, de sempre atingir e fazer o melhor. Todo o trabalho o dele foi norteado por este orgulho de representar o Brasil e fazer com que o Brasil esteja entre os melhores. É uma referência para todos nós. Aprendemos muito com ele”, acrescentou.

Quem entra para substituí-lo Renan Dal Zotto.

Confira informações do site Terra:

sar de amigo de ser amigo de Bernardinho, o treinador acreditava que seu auxiliar, Rubinho, que já chegou a comandar treinos na equipe principal, seria o nome escolhido pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV).

“Eu acho ele (Renan) um grande técnico, cara genial, inteligente e carismático. O nome natural não era o dele, porque eu preparei um sucessor, um cara espetacular. Criei uma expectativa no Rubinho, mas a escolha é da CBV. Eu não imaginava o Renan, pois ele era dirigente, mas é muito próximo da gente, tem o nosso DNA e todo o apoio. Vai fazer um grande trabalho e a Seleção vai seguir brilhando” disse Bernardinho após o triunfo do Rexona-Sesc na Superliga feminina ao site Globo Esporte.

Renan e Bernardinho jogaram juntos na Seleção nos Jogos de Los Angeles-1984 e conquistaram a medalha de Prata. O primeiro compromisso no novo treinador será em junho, na Liga Mundial, onde o Brasil já está classificado para a Fase Final.

(Via Agência de Notícias, UOL e IG Esportes)

Related posts

Procuradoria recorre de decisão que absolveu acusados de torturar criança

admin

Tucano pode vetar candidatura de Lula para a Presidência da República, veja…

admin

“Cara de Pau” Para PT, decisão do TCU não serve para basear impeachment

admin