OutrosUncategorized

Ex-Ministro da Cultura grava encontro com Presidente TEMER e teor da gravação poderá colocar Planalto no chão, veja…

Calero confirmou que, como Temer, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, também teria tratado sobre o caso com ele em três ocasiões. “Altas autoridades da República perdiam seu tempo em favor de um tema paroquial, pessoal de um ministro”, disse.

O Presidente Temer já deu a sua opinião dizendo que é inadmissível gravar seus encontros, o que mostra medo do vazamento do teor desse encontro. O Pensa Brasil percorreu dezenas de fontes para saber exatamente como o governo Temer poderá acabar em segundos. O Planalto virá ao chão segundo especialistas.  Em entrevista ao programa Fantástico da TV Globo, que foi ao ar neste domingo, o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero admitiu que gravou uma conversa por telefone com o presidente da República, Michel Temer (PMDB). No entanto, segundo ele, o conteúdo da gravação é estritamente protocolar. aqui

Calero, que deixou o governo há uma semana, está no centro da crise que derrubou o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, que pediu demissão na última sexta-feira (25).

O ex-ministro da Cultura afirma que Geddel o teria pressionado para que o Iphan, órgão subordinado à Cultura, aprovasse um projeto imobiliário de seu interesse e que o próprio presidente Michel Temer o teria “enquadrado” para solucionar o caso.

Na entrevista concedida à jornalista Renata Lo Prete, ele negou que tenha marcado uma audiência com Temer com o propósito de gravá-lo de maneira oculta. “Eu jamais entraria no gabinete presidencial, por ser diplomata, com uma ferramenta sorrateira dessa natureza”, afirmou.

Na entrevista concedida à jornalista Renata Lo Prete, ele negou que tenha marcado uma audiência com Temer com o propósito de gravá-lo de maneira oculta. “Eu jamais entraria no gabinete presidencial, por ser diplomata, com uma ferramenta sorrateira dessa natureza”, afirmou.

Ele disse que, durante a conversa telefônica com o presidente, teve o cuidado para não entrar nesse assunto de forma a evitar que Temer criasse eventuais provas contra si.

Mas ele assegurou que, em uma conversa pessoal privada, o presidente sugeriu uma “chicana” para solucionar o imbróglio.

Calero confirmou que, como Temer, o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, também teria tratado sobre o caso com ele em três ocasiões. “Altas autoridades da República perdiam seu tempo em favor de um tema paroquial, pessoal de um ministro”,  disse.

O que diz Temer

Em entrevista coletiva na tarde deste domingo, Temer afirmou que “um ministro gravar o presidente da República é gravíssimo, quase indigno”. Mais de uma vez, o presidente afirmou que  deseja que venha à público a eventual gravação de sua conversa com Calero “para mostrar que não patrocinei nenhum interesse privado.”

O peemedebista reiterou que arbitrar conflitos é uma tarefa indispensável para o Presidente da República e foi isso que fez nas conversas com o ex-ministro da Cultura.  Ele prometeu que pode começar a gravar todas as audiências públicas que tiver daqui para frente para impedir que episódios como esse se repitam.

Não deixe de acompanhar as notícias da política do Brasil e do mundo aqui no Pensa Brasil, assine esse conteúdo de forma gratuita para receber mais informações do Pensa Brasil, em busca da notícia!

Related posts

Supla conta que sofreu bullying por ser filho de políticos – Pensa Brasil – Conectado com você

admin

Qual é o melhor presente para o dia das crianças – Pensa Brasil – Conectado com você

admin

PÂNICO – Furacão Matthew chega aos EUA, causa caos e destruição no país

admin