OutrosUncategorized

Como economizar no enxoval do bebê? Economista orienta os pais na hora das compras.

O impulso por conta da empolgação de ter um filho faz com que pais acabem gastando mais do que deveriam, o que mais tarde acarreta em dívidas.

A chegada de um bebê é um momento que traz muitas alegrias para a família e vem junto à necessidade de se organizar financeiramente para suprir com todas as necessidades que uma gestação exige. Principalmente as mães de primeira viagem costumam ficar perdidas e não sabem por onde começar a organizar as finanças e selecionar alguns gastos. A consultora financeira, Karina Brandalize, afirma que é possível

economizar durante a gestação, evitar gastos considerados

supérfluos e focar no conforto e saúde tanto da mãe, quanto do bebê. “É preciso fazer um planejamento das despesas a curto e longo prazo, principalmente os gastos médicos que ambos terão”, completa. Como economizar com o enxoval? O impulso por conta da empolgação de ter um filho faz com que pais acabem gastando mais do que deveriam, o que mais tarde acarreta em dívidas. A consultora indica uma pesquisa de mercado nas principais lojas do segmento infantil e maternal e a comparação dos preços. “As listas ajudam bastante a controlar os gastos, comprar somente o que é necessário e evitar as compras compulsivas que levam a adquirir acessórios que praticamente não serão usados”,

reforça. aqui

Confira a lista dos principais itens necessários para a chegada de um bebê: ●6 macacões de cada tamanho: RN, P, M ●12 bodyes de cada tamanho: RN, P, M (intercale opções com e sem manga) ●12 calças mijões de cada tamanho: RN, P, M ●10 meias para bebês ●10 paninhos de boca ●3 jogos de lençol para o berço

●3 toalhas fralda

●2 cobertores ●2 chales ●1 kit de protetor para o berço ●1 banheira ●1 escova e pente ●Cotonete, algodão, álcool ●Shampoo, sabonete líquido e álcool ●1 cortador de unha ●1 carrinho de bebê ●1 berço ●1 guarda roupa ●1 cômoda ●1 bebê conforto. Vale lembrar que a lista pode ser adaptada de acordo com o bolso dos pais, porém esses são os itens mais utilizados no dia a dia. Mamadeiras, fraldas, assim como alguns produtos de higiene podem

ser solicitados no chá de fraldas, caso a mãe realize. Veja aqui mais

dicas do portal Trocando Fraldas para o enxoval do bebê.

Para a consultora financeira o planejamento para essa fase é essencial e evita gastos desnecessários em um cenário econômico mais complicado, como o que se vive no país.

Conte com os brechós virtuais Na internet existem diversos grupos que possibilitam a compra e troca de roupas e acessórios infantis em excelente estado e com preços acessíveis. Lembre-se que a maioria dos itens, como carrinho, bebê conforto, banheira e outros são usados por um tempo determinado, logo vale a pena consultar e ir em busca dos menores

preços.

“Os brechós infantis é o que chamamos de consumo sustentável, contribui financeiramente e evita o desperdício. Os produtos, roupas e objetos saem dessa fase em excelente estado podendo ser repassados e usados por outras crianças”, indica a consultora.

Vai ter outro filho? Opte por cores neutras

Diante da empolgação da maternidade e com sexo do bebê muitos pais escolhem acessórios e a decoração totalmente segmentada, como azul ou rosa. Escolher cores neutras e guardar alguns itens pode ser bastante econômico quando existe o objetivo de ter mais um filho. Trocador, carrinho, protetor do berço, cobertor, macacões e vários outros acessórios podem ser reaproveitados para ambos os sexos. Organize as finanças e evite o desperdício Para a consultora financeira o planejamento para essa fase é essencial e evita gastos desnecessários em um cenário econômico mais complicado, como o que se vive no país. “A primeira fase que vai do nascimento ao primeiro ano de vida passa muito rápido, no lugar de investir em excesso de roupas ou objetos o mais indicado é garantir o conforto e segurança do bebê”, aconselha. Segundo a contadora no lugar de preocupar-se com os principais acessórios da última moda, é mais vantajoso para o bebê sair da

maternidade com uma roupa confortável e que lhe cause bem-estar.

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

34

Related posts

Você acredita em ÓVNIS? Assista o vídeo da Força Aérea e fique com a pulga atrás da orelha

admin

Temer envia resposta ao PT ” Aqui não tem golpe, vou deixar o cargo sob aplausos”

admin

Para ganhar tempo, mais uma vez, CUNHA deve adiar pronunciamento de impeachment

admin