PolíticaUncategorized

Aécio Neves usava avião do Governo para viagens particulares com aval do governador Anastasia

A gestão de Antonio Anastasia (PSDB) no governo de Minas Gerais (2010-2014) omitiu a existência de viagens ao Rio, com uso de aeronaves oficiais do Estado, do antecessor e padrinho político, Aécio Neves (PSDB).

Conforme a Folha revelou nesta quarta (23), relatório do governo mineiro aponta que Aécio usou aviões oficiais para realizar 124 viagens de ida e volta ao Rio nos sete anos e três meses que governou o Estado, de 2003 a 2010. aqui

Em nota divulgada na quarta, o sucessor de Anastasia, Fernando Pimentel (PT), afirma que os voos de Aécio foram regulares e segundo as normas vigentes. Pimentel disse que não emitiria juízo sobre a reportagem.

Em fevereiro de 2014, quando Aécio era pré-candidato à Presidência, a Folhapediu à gestão de Anastasia, por meio da Lei de Acesso à Informação, relatório de todas as viagens aéreas do ex-governador entre 2007 e 2010.

Em resposta, a Controladoria-Geral do Estado da gestão de Anastasia enviou planilha sem nenhuma informação sobre as viagens ao Rio –uma omissão de 70 viagens, segundo o relatório produzido agora pelo governo de Minas Gerais, comandado pelo PT.

A assessoria de Anastasia disse que a resposta enviada em 2014 listou viagens oficiais que resultaram em despesas com diárias e hospedagem para o governador ou servidores.

Segundo a assessoria de Aécio, as 124 viagens do então governador ao Rio incluíram compromissos familiares e oficiais.

“No caso específico do Rio, o senador sempre se esforçou para, ao menos uma vez ao mês, preferencialmente nos finais de semana e feriados –e não em dias de rotina administrativa– visitar sua filha adolescente à época e que reside naquela cidade”, afirma.

OUTRO LADO

A assessoria de imprensa de Antonio Anastasia disse que o relatório enviado àFolha em 2014 é de responsabilidade de setores técnicos e que lista apenas deslocamentos oficiais que geraram diárias ou gastos de hospedagem.

“Não constam na tabela, portanto, viagens oficiais que não despenderam custos com diárias ou hospedagem”, diz a assessoria, que não explicou por que esse critério foi usado já que a solicitação sobre todas as viagens.

Aécio reiterou, via assessoria, que suas viagens atenderam à legislação mineira “”ela permite o uso de aviões oficiais em seus deslocamentos, por questões de segurança”” e que essas orientações são as mesmas da “Presidência da República em seus deslocamentos ao Sul do país para visitar familiares, como, por exemplo, no último fim de semana.”

NOS ARES – Durante seu governo, Aécio usou aeronaves oficiais para viajar 124 vezes ao Rio

ROTA – Aécio viajou mais aos finais de semana

(VIA FOLHA)

Related posts

CRIMES POLÍTICOS – Ao menos 99 pessoas ligados a política morreram neste ano

admin

LAVA JATO! O SEGREDO QUE PODE TER SIDO QUEBRADO POR POLICIAIS FEDERAIS

admin

É assinado contrato para combater desmatamento em terras indígenas

admin