27/06/2016

07:42

Por: Alberto Silva

Veja como descobrir o número do RG pelo CPF

Em primeiro lugar, mesmo que o seu CPF também tenha sido extraviado ou furtado, este é um documento cujo número é mais fácil de descobrir.

Acredito que não seja nem mais segredo, hoje em dia isso tudo é muito fácil descobrir, e aqui você vai aprender passo a passo. Você teve seu documento de identidade perdido e não sabe o número? Há algumas formas de recuperar esse registro, e você mesmo pode fazer isso em casa. Veja como descobrir número do RG pelo CPF de forma segura, por meio de um site do governo.

Passo a passo: como descobrir o número do RG pelo CPF

Em primeiro lugar, mesmo que o seu CPF também tenha sido extraviado ou furtado, este é um documento cujo número é mais fácil de descobrir.. Por se tratar de um registro fundamental para qualquer tipo de operação, você pode encontrá-lo em qualquer tipo de contrato que esteja em seu nome ou até mesmo em talões de cheques.

De posse desse número, você pode acessar a página do Dataprev diretamente no serviçoCadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). O Dataprev é o serviço de tecnologia da informação e comunicação voltado ao governo federal e, por isso, é responsável pela transmissão de dados dos contribuintes.

Se você não possui um interesse real de fazer seu agendamento, basta clicar em “cancelar”. Esse procedimento pode não ser o mais rápido, mas não é difícil. Além disso, é mais seguro. Afinal, você evita expor dados importantes como seus documentos em sites não confiáveis, que podem utilizar seus dados para qualquer outro fim.

Em seguida, preencha os dados solicitados na página como nome do filiado (o seu, nesse caso), nome da mãe (onde você pode marcar a opção ‘ignorado’) e CPF completo e data de nascimento. Haverá um quadro com o título Documentos Complementares, onde você deve preencher ao menos um.

O RG é um deles mas, se você não souber, pode preencher com o número de sua carteira de habilitação, passaporte, certidão de nascimento ou casamento (deve constar a folha), carteira de trabalho, título de eleitor ou carteira de marítimo (com livro e termo).
Em seguida preencha o código captcha (digitando os caracteres tal e qual aparecem na imagem) e clique em “continuar”. Caso seus dados já façam parte do CNIS, o sistema vai informar seu número NIT em uma tarja vermelha. Anote.

Depois acesse a página de agendamentos da Previdência Social e tente agendar qualquer serviço, como auxílio doença ou salário maternidade. O sistema irá solicitar dados como estado, município e agência do INSS mais próxima. Clique em “continuar”.

O sistema irá solicitar mais alguns dados referentes ao seu sistema de trabalho (empregado ou trabalhador avulso, por exemplo) e o número do NIT que você anotou antes. Você preenche, clica em confirmar e vai para a etapa seguinte, onde aparecerão diversos dados seus: desde o RG até seu endereço completo e número da sua carteira de trabalho.

Se você não possui um interesse real de fazer seu agendamento, basta clicar em “cancelar”. Esse procedimento pode não ser o mais rápido, mas não é difícil. Além disso, é mais seguro. Afinal, você evita expor dados importantes como seus documentos em sites não confiáveis, que podem utilizar seus dados para qualquer outro fim.

Antes de passar por todas essas etapas, você também pode procurar o número seu RG em outras referências como contratos antigos de matrícula em instituições de ensino, contratos de bancos, planos de saúde ou similares.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

87