03/05/2015

20:14

Por: Alberto Silva

Vasco vence o Botafogo e é campeão carioca no Maracanã

O Vasco voltou a vencer o Botafogo na segunda partida da decisão do Campeonato Carioca e conquistou o título que não alcançava desde 2003. Rafael Silva e Gilberto marcaram os gols da vitória por 2 a 1, enquanto que Diego Jardel descontou para o Bota.

Precisando reverter a vantagem do Vasco, alcançada com a vitória por 1 a 0 no último domingo, o Botafogo entrou com tudo na partida desta tarde. Marcando sob pressão e jogando em velocidade, os comandados de René Simões buscaram o gol logo de início.

Aos 4, Luis Ricardo, aposta do treinador para melhorar o toque de bola do Alvinegro, enfiou uma bola rasteira elo meio da defesa vascaína e achou Bill na área. O atacante tentou desviar do goleiro, mas Martín Silva saiu bem e evitou o gol.

O jogo foi ficando truncado e com muitos choques entre os jogadores. O árbitro Wagner do Nascimento Magalhães tentava controlar o jogo distribuindo cartões amarelos.

O ímpeto do Bota diminuiu e o Vasco equilibrou o jogo. Mas a postura das duas equipes era a mesma de antes, com os cruz-maltinos fechados atrás e buscando uma falha do adversário para emplacar um contra-ataque rápido.

O jogo continuava nervoso e sem muito trabalho para os dois goleiros, até que aos 24, após um bate-rebate na entrada da área do Botafogo, a bola sobrou na área para a entrada de Christiano. O lateral chegou primeiro no lance e tentou o chute, mas Renan saiu em cima dele e impediu que a bola fosse em direção ao gol.

O Bota respondeu com Rodrigo Pimpão aos 33. Ele recebeu lançamento na ponta esquerda, ajeitou e chutou de fora da área, obrigando Martín silva a se esticar para evitar que a bola entrasse no ângulo.

Quando parecia que as duas equipes iriam para o vestiário com a igualdade no placar, uma bobeada da defesa botafoguense deu ao Vasco a oportunidade que ele esperava. Marcelo Mattos recebeu na fogueira na intermediária, perdeu a bola, que ficou com Julio dos Santos. O meia deu para Guiñazu, que levantou na esquerda da área para a entrada de Rafael Silva, que esperou a bola quicar e acertou um chute cruzado que morreu no fundo da rede.

Na volta para o segundo tempo, o Botafogo, agora com desvantagem maior ainda, tentou pressionar o Vasco, que estava bem postado e soube segurar a vantagem. O jogo ficou mais aberto conforme o tempo passava, porque o Bota se mandava e abria espaços para o contra-ataque.

O Alvinegro teve boas chances aos 12 minutos. Primeiro na cobrança de uma falta cobrada por Pimpão que foi no ângulo e Martín Silva mandou para escanteio. Na cobrança, Marcelo Mattos tenta a cabeçada, mas a bola vai pela linha de fundo.

O gol do Bota também correu muito perigo aos 24. No primeiro lance, Giaretta cortou cruzamento rasteiro de Rafael Silva e impediu que a bola chegasse em Gilberto que entrava livre. Na sequência, Gilberto teve a chance da conclusão, mas Renan fez grande defesa.

A torcida do Vasco já fazia a festa quando o Botafogo ressurgiu no confronto com um gol aos 29 minutos. Gilberto enfiou pelo meio para Diego Jardel dentro da área, e o atacante teve toda a calma para tirar de Martín Silva e empatar o jogo.

O gol incendiou o jogo e levou a torcida do Bota à loucura com a perspectiva da virada, mas a empolgação durou pouco, pois aos 39, Fernandes recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, deixando o Alvinegro com apenas dez em campo.

Com a vantagem numérica em campo e com o placar a seu favor, o Vasco soube segurar o adversário, que foi pra cima de forma desorganizada para tentar o gol salvador, abusando dos chutões para frete.

Com a defesa adversária aberta, o Vasco aproveitou o último lance da partida e marcou mais um para selar a conquista do título. Aos 47, Lucas recebeu na direita e tocou para Gilberto na área. O atacante matou a bola e chutou cruzado, sem chance para Renan.

Campeão Carioca, o Vasco terá uma semana de descanso antes da estreia no Campeonato Brasileiro no próximo domingo, em São Januário, recebendo o Goiás em sua casa.

A agenda do Botafogo é mais cheia, já que nesta quarta faz o jogo de volta contra o Capivariano, pela Copa do Brasil. Três dias depois, viaja para encarar o Paysandu em Belém (PA), na estreia no Campeonato Brasileiro da Série B.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

50

Clique aqui