14/03/2017

15:59

Por: Alberto Silva

URGENTE: Febre amarela está se espalhando pelo país e a situação é grave! Veja…

A febre amarela fez supostamente mais uma vítima, no Rio de Janeiro.

A febre amarela está preocupando a população: dessa vez o estado do Rio de Janeiro está investigando a primeira morte suspeita da doença. A Secretaria Estadual de #Saúde (SES) mandou para análise na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) amostras de sangue de Watila Santos, de 38 anos, um morador da área rual de Casimiro de Abreu, na Baixada Litorânea. Ele faleceu no último sábado, no hospital municipal da cidade, onde teria dado entrada reclamando de fortes dores de cabeça, taquicardia, falta de ar, febre e dores no corpo.

O óbito aconteceu no mesmo dia em que a Secretaria Estadual de Saúde anunciou que havia pedido para o Ministério da Saúde para que o Estado  seja incluído na área de recomendação de vacina contra a febre amarela. Até agora, nenhum caso da doença teria sido identificado no estado.

Porém a intenção da secretária é aumentar a estratégia de vacinação como uma medida preventiva. Que já vem sendo adotada em cerca de 30 municípios que estão localizados nas divisas com os estados de Minas Gerais e também do Espírito Sando, onde aconteceram casos confirmados da #doença.

O óbito aconteceu no mesmo dia em que a Secretaria Estadual de Saúde anunciou que havia pedido para o Ministério da Saúde para que o Estado seja incluído na área de recomendação de vacina contra a febre amarela. Até agora, nenhum caso da doença teria sido identificado no estado.

Segundo informações divulgadas no site Correio do Brasil, devem ser notificados pelos municípios para investigação os casos de indivíduos residentes. Ou que tenham retornado em até 15 dias de alguma área com transmissão de febre amarela. Que apresentem febre de até 7 dias de duração. Acompanhada de dois ou mais dos seguintes #sintomas. Dor de cabeça, dor muscular, dor nas articulações, vômitos, coloração amarelada da pele, olhos e mucosas e manifestações hemorrágicas.

De acordo com o subsecretário de Vigilância em Saúde da SES, Alexandre Chiepe, cerca de 36 casos teriam sido notificados no Estado. Nenhum caso de febre amarela transmitida dentro do estado do Rio foi confirmado até o momento.

O recomendado é que seja feita a vacinação e em caso de suspeita da doença, procurar um médico imediatamente.

(Via Agência de Notícias)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

102