26/08/2015

20:33

Por: Alberto Silva

Ué ! Apresentador DATENA era do PT? acaba de desfiliar para ir para o PP de Paulo Maluf

O jornalista José Luiz Datena se desfiliou do Partido dos Trabalhadores (PT) em 24 de agosto para ingressar no PP, de Paulo Maluf. Datena, nascido em Ribeirão Preto, filiou-se ao PT em 3 de abril de 1992 (e sempre fez os recadastramentos necessários) e um dos episódios marcantes, antes mesmo de seu ingresso no Partido, foi apresentar o comício de Luiz Inácio Lula da Silva, na disputa presidencial de 1989, na Praça XV. Esse ato rendeu-lhe a demissão da EPTV, afiliada da Rede Globo. A saída de Datena do PT, neste momento, repercute, devido à atual situação política nacional. Em Ribeirão Preto, a desfiliação do jornalista, que há anos prega o sensacionalismo político e policial em emissoras de televisão, teve crítica e desconsideração.

“Particularmente eu nem sabia que ele era filiado e nem sei quem o filiou”, disse o presidente do Diretório Municipal (DM) do PT, o vereador Jorge Parada. “Não fará falta, pois não tem o perfil do partido; ele tem outro pensamento, outra conduta, nunca frequentou as reuniões partidárias”, emendou ele. O também vereador Beto Cangussu tem a mesma opinião. “Nem sabia que ele era filiado e ele é tão insignificante para o projeto do PT que não vai atrapalhar a sua saída”, explicou Beto. “Não reflete em nada, nem fede nem cheira, pois não tem militância nem envolvimento com os nossos projetos”, acrescentou Beto.

Para Moacir Caporusso, coordenador do PT na Macrorregião de Ribeirão Preto, a desfiliação do PT é oportunista. “Ele está em São Paulo com o sensacionalismo, com jornalismo de direita, e não tem espaço contra o prefeito Fernando Haddad, então se torna um candidato viável para outro partido diante da despolitização que o Brasil vive atualmente”, destacou Caporusso. “O Datena disse que nunca seria candidato a nada e sempre falou que o Paulo Maluf era um corrupto, e agora vai para o partido dele, isso é oportunismo.”

Datena começou a carreira jornalística em Ribeirão Preto, principalmente na área esportiva, pela EPTV. Depois atuou como repórter e narrador de esportes na TV Bandeirantes, passando, depois, a apresentar programas jornalísticos com teor sensacionalista, uma tática para segurar a audiência, tanto na TV Bandeirantes quanto uma rápida passagem pela Record. Ao longo dos anos mudou radicalmente de postura, tornando-se favorável à pena de morte e à redução da maioridade penal, atitudes contrárias às defendidas pelo PT. Em 2010, ele fez um comentário sobre assassinatos brutais e fez associações consideradas preconceituosas entre os atos criminosos e a descrença religiosa, o que rendeu uma ação movida pelo Ministério Público Federal. Em 2013, a Justiça condenou a TV Bandeirantes a promover campanha favorável à diversidade religiosa pelo mesmo tempo que durou o comentário discriminatório de Datena, que passou a ser veiculada em meados de 2015. E pelo comentário Datena foi condenado, por danos morais, a pagar indenização à Associação dos Ateus e Agnósticos do Brasil (Atea).

Rede PT Ribeirão

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

88

Clique aqui