21/05/2016

21:12

Por: Alberto Silva

Temer não sabe lidar com pressão, decide ‘tratar de milhões de vagabundos’ e vai recriar Ministério da Cultura

A decisão foi confirmada no Twitter pelo ministro da Educação, Mendonça Filho. Com isso, o secretário Marcelo Calero passará a ter status de ministro

Conforme antecipou com exclusividade o colunista Reinaldo Azevedo no site de VEJA, o presidente em exercício Michel Temer vai recriar o Ministério da Cultura. A decisão, tomada após uma semana de manifestações e muita pressão por parte da classe artística, foi confirmada nas redes sociais por Mendonça Filho, titular do Ministério da Educação – o qual, nos planos iniciais de Temer, absorveria as funções do Minc, que se converteria em uma secretaria.

“A decisão de recriar o Minc é um gesto do presidente Temer no sentido de serenar os ânimos e focar no objetivo maior: a cultura brasileira”, declarou Mendona Filho por meio de sua conta no Twitter. Em outro post, ele informa que Marcelo Calero – recém-empossado no cargo de secretário da área – será o novo ministro da Cultura.

“Conversei com o presidente Temer sobre a decisão de recriar o Ministério da Cultura. O compromisso do presidente com a Cultura é pleno”, completou Mendonça no microblog.

A decisão de fundir as pastas de Educação e Cultura foi tomada com base no princípio adotado por Temer de reduzir o número de ministérios quando assumiu interinamente o governo. A decisão sofreu diversas críticas da opinião pública e artistas. Diante dos protestos de parte dos artistas e de servidores do Ministério da Cultura, Temer já havia anunciado que, mesmo como secretaria, a estrutura da pasta seria mantida.

A decisão de fundir as pastas de Educação e Cultura foi tomada com base no princípio adotado por Temer de reduzir o número de ministérios quando assumiu interinamente o governo. A decisão sofreu diversas críticas da opinião pública e artistas. Diante dos protestos de parte dos artistas e de servidores do Ministério da Cultura, Temer já havia anunciado que, mesmo como secretaria, a estrutura da pasta seria mantida.

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), também sugeriu que o Ministério fosse recriado e se comprometeu ele mesmo com a tarefa, por meio de uma emenda no Congresso Nacional.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

58

Clique aqui