30/09/2015

16:02

Por: Alberto Silva

STF… UMA CASA DA REPÚBLICA OU PRONTO SOCORRO DOS BANDIDOS DA LAVA JATO?

Um menino ou menina, na sua mais tenra idade que perguntar ao pai ou a mãe para que serve o STF, certamente ouvirá que é a mais importante CASA DA REPÚBLICA que trata do respeito e de fazer cumprir a Constituição. Que só que julga “processos” que interessam ao Brasil e aos brasileiros. Que garante a aplicação das normas legais que defendem unicamente os interesses maiores da nacionalidade e não simplesmente de pessoas que violam as regras básicas da convivência social e humana. Portanto, respondem os pais: O STF É O GUARDIÃO MAIOR DA CONSTITUIÇÃO DO BRASIL.

Será que o STF funciona assim mesmo, que cumpre seu papel? Com muita tristeza e com um sentimento de impotência, os brasileiros assistem, perplexos, alguns dos seus Ministros rasgando a Carta Maior por compromissos ligados a sua própria nomeação  e assunção ao cargo.  Essas ligações  políticas espúrias, muito bem identificadas por sua  natureza, lançam na planice de uma pátria de 205 milhões de cidadãos e cidadãs a certeza de que lá,  em Brasília, no caso em comento – Lava Jato – o direito será dito e aplicado de forma “torta“,  ignorando os que “fazem a coisa certa” e beneficiando “ladrões, corruptos e bandidos”.  A Lava Jato torna-se, portanto, um exemplo clássico dessa forma excepcional de decidir de alguns  de seus Ministros. O STF é capaz de deixar preso, preventivamente,  um ladrão de galinhas, mas tende, nesse caso, encontrar “atalhos” e “liberar” os donos do galinheiro...

Todo o País assiste, de forma patética e mergulhado num torpor impotente,  “Sua Corte Suprema” prestes a quebrar os princípios do juízo natural e da prevenção,  com um único objetivo: beneficiar um pequeno grupo de poderosos que roubaram bilhões de reais, dinheirama capaz de erradicar parte da pobreza, alfabetizar parte dos  sedentos das letras e retirar dos corredores de hospitais e postos de saúde,  irmãos nossos de clamam por um atendimento digno e que gritam, doloridos, desesperados por doenças comuns, intratadas por absoluta falta de dinheiro e vergonha.

Nessa semana ou no início da próxima,  deverão “pulular” pedidos  nas mesas de Ministros do STF para que bandidos confessos ou dedurados por seus companheiros de quadrilha,  sejam beneficiados através de habeas corpus.  A alegação de seus defensores será genérica, descabida e descarada no sentido de que são inocentes. De nada terá valido todo o trabalho de um respeitado grupo de servidores públicos – juízes, procuradores e policiais – que coligiram, identificaram e apontaram,  com todo o rigor  que o caso exige,  os crimes praticados por uma sofisticada, insensível e esperta super-organização de ladrões do dinheiro e da consciências dos brasileiros. Gize-se que esses recursos também compraram votos e comprometeram no mínimo 04 eleições, desde o mensação até a Lava jato, tornando ilegítimos os  mandatos de Lula, já concluídos,  e o atual de Dilma Vrana Rousseff.

Dói muito como brasileiro,  prever que o STF decidirá, no caso da Lava Jato em favor do crime, do deboche, da mentira e do embuste. Tudo para proteger os GRANDES LÍDERES  dessa sofisticada ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA CHAMADA PARTIDO DOS TRABALHADORES.

(VIA CRISTAL)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

99

Clique aqui