07/09/2016

09:53

Por: Alberto Silva

Se complicou – Polícia Civil pede prisão preventiva de possivel ex- amante de Feliciano, Patrícia Lelis

A Polícia Civil concluiu o inquérito que apurava o caso que envolve a jornalista Patrícia Lelis, de 22 anos, e o assessor do deputado federal Marco Feliciano (PSC), Talma Bauer com o pedido de prisão preventiva contra a jornalista pelos crimes de extorsão e mentir à investigação.

De acordo com o delegado que investiga o caso, Luiz Roberto Hellmeister, titular do 3º Distrito Policial da Santa Ifigênia, no Centro de São Paulo, Patrícia deverá responder ao eventual processo presa.

Segundo o delegado, o caso será analisado pela Justiça no Fórum João Mendes, no Centro de SP, a decisão sobre a prisão da jornalista deverá ser decretada por algum juiz.

Patrícia nega as acusações de extorsão e denunciação caluniosa contra Bauer. O advogado de Patrícia, Roberto da Gama Cidade, disse que o pedido não causou “absolutamente nenhuma surpresa”, e que enviou ao Ministério Público de São Paulo, há cerca de dez dias, uma petição para que as investigações em São Paulo sejam invalidadas.

Patrícia nega as acusações de extorsão e denunciação caluniosa contra Bauer. O advogado de Patrícia, Roberto da Gama Cidade, disse que o pedido não causou “absolutamente nenhuma surpresa”, e que enviou ao Ministério Público de São Paulo, há cerca de dez dias, uma petição para que as investigações em São Paulo sejam invalidadas.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

51

Clique aqui