06/07/2016

09:02

Por: Alberto Silva

Samarco desmata e faz obras sem autorização, diz MP

Em novembro, uma barragem se rompeu no local e matou 19 pessoas.

O Ministério Público de Minas Gerais afirma ter identificado irregularidades em uma obra que a mineradora Samarco faz no complexo de barragens de Germano, em Mariana (MG). Em novembro, uma barragem se rompeu no local e matou 19 pessoas.

A intervenção, segundo a Promotoria, é próxima a um dique usado para conter a lama que escorre para os afluentes do rio Doce e não tem projeto ou responsável técnico.

Além disso, o Ministério Público diz que a mineradora desmatou uma área de Mata Atlântica sem autorização. A vistoria foi feita na sexta (1º).

“Na nossa visão, isso indica uma ilegalidade grave e até uma prática de crime, então nós requisitamos a vistoria pela Polícia Militar Ambiental e estamos aguardando chegar um laudo e uma eventual autuação a partir da qual vamos adotar providências cabíveis”, afirmou o promotor Mauro Ellovitch nesta terça (5).

Outro promotor, Marcos Paulo Miranda, afirma que “a área atingida virou uma verdadeira terra de ninguém”. “A empresa faz o que quiser sem consultar os órgãos ambientais”.

Em nota, a Samarco, cujas donas são a Vale e a BHP Billiton, afirma que “prestou todos os esclarecimentos ao Ministério Público” durante a vistoria. A obra, segundo a mineradora, foi feita para retirar um material que havia caído no córrego de Santarém e depositá-lo em um aterro localizado em outra área.

“A intervenção teve o objetivo de proporcionar acesso para auxiliar no direcionamento dos sedimentos carregados pelo córrego para o dique”, diz a empresa.Em relação ao desmatamento, a Samarco afirma que “trata-se de uma intervenção de caráter emergencial, devidamente comunicada ao órgão responsáveis”.

“As devidas regularizações estão sendo realizadas, restando aos órgãos ambientais competentes manifestarem-se sobre os documentos apresentados”, diz o comunicado. Com informações da Folhapress.

(Via Agencia)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

58

Clique aqui