23/12/2016

10:28

Por: Dias Zatti e Manuel Freitas Dias Zatti e Manuel Freitas

REGALIAS – Presos da Lava Jato terão ceia de Natal com a família na carceragem, confira…

Hóspedes da Lava Jato terão ceia de Natal na Carceragem da PF com direito ás melhores refeições natalinas.

Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Comemoração de fim de ano para os envolvidos na Lava Jato não será nada fácil. A única regalia que eles receberão, será uma ceia de natal farta, com direito a panetones, peru, rabanadas, chester e além disso, terão direito a bebidas! Como champanhe, vinho, refrigerantes e muito mais. Os fogos da virada do ano serão vistos de trás das grades, sem qualquer possibilidade de ostentação. Lamentável, que a justiça seja feita! aqui

Confira o que o site Veja diz sobre:

Panetone, fatias de peru assado, uvas-passas e outras guloseimas típicas das festas de fim de ano passaram por uma revista rigorosa na semana que antecede o Natal na carceragem da Polícia Federal e no Complexo Médico Penal, em Curitiba, onde 26 presos da Lava Jato cumprem pena. Para comemorar a data com os presos sentenciados pelo juiz Sergio Moro, familiares puderam levar comidas típicas dessa época do ano. Mas a regalia virou polêmica na carceragem da PF, onde há onze presos, entre eles os empreiteiros Marcelo Odebrecht e Léo Pinheiro, da OAS; o petista Antonio Palocci e o doleiro Adir Assad. O funcionário encarregado de fazer a triagem dos alimentos inicialmente vetou os comes-e-bebes, alegando que não havia ordem para a entrada de comidas natalinas.

Não terá casa enfeitada, luzes, árvore de natal, presentes e muito menos algum tipo de ostentação para os corruptos que estão na carceragem da Polícia Federal. Este fim de ano será bem diferente dos outros, mas mesmo assim, os políticos terão direito de passar o Natal juntinho de sua família! É claro que não será no conforto de suas casas, e sim dentro da prisão. Contudo, no dia 25, todos terão ceia, comendo do bom e do melhor.

Já no Complexo Médico Penal, os privilégios natalinos são permitidos por meio de uma portaria do Departamento de Administração Penitenciária, que concede o direito aos presos de receber panetone, nozes e peru de Natal nos dias de visita que antecedem 25 e 31 de dezembro. Lá, os presos da Lava Lato fazem o banquete em uma área reservada dos demais detentos. Mas antes de entrar na penitenciária, o panetone, por exemplo, é todo esfarelado para verificar se há objetos escondidos dentro deles. Antes da ceia, que vai ocorrer na sexta-feira (23) os presos planejam fazer uma roda de oração. O ex-deputado Luiz Argolo, que ficou extremamente religioso depois que virou presidiário, é quem puxará a reza. Na véspera do Natal, dia 24, eles seguem a rotina normal. Dormem cedo, às 21h, enquanto as pessoas que estão livres se preparam para o ritual de troca de presentes.

Veja também o que o site Gazeta do Povo diz:

Investigados, réus e condenados da operação que estão detidos na carceragem da Polícia Federal (PF) em Curitiba e no Complexo Médico de Penal (CMP) em Pinhais, na Região Metropolitana, vão seguir as regras já estabelecidas nas duas unidades para as festas de final de ano.

No CMP, onde estão presos os ex-deputados federais Eduardo Cunha (PMDB), André Vargas (PT) e Luiz Argollo (SD), o ex-senador Gim Argello (PTB-DF), o ex-ministro José Dirceu (PT), o ex-diretor da Petrobras Jorge Zelada, o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto entre outros, as visitas ocorrem nas sextas-feiras.

Os parentes podem levar carne assada, maionese e um panetone por preso.

(Via Agências de Notícias, Veja e Gazeta do Povo)

 

 

Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

31
PENSA BRASIL NOTÍCIAS