16/03/2017

19:55

Por: Alberto Silva

PSICOPATAS MIRINS: Crimes horríveis e brutais cometidos por CRIANÇAS!

Crianças que cometeram crimes horríveis.

Crianças são seres puros e inocentes, certo? Errado!

Alguns crimes brutais e horrorosos foram cometidos por elas, esses seres que deveriam ser isentos de #maldade e cheios de amor.

Um exemplo muito conhecido é o caso de Brian Howe que foi encontrado morto e coberto com mato, dias depois da morte de Martin Brown, que morreu de asfixia. Seu cabelo foi cortado, marcas de punção foram encontrados em suas coxas, e a pele dos seus órgãos genitais foram parcialmente retirados. Além destas marcas e lesões, uma letra “M” tinha sido impresso em seu estômago. Este era originalmente um “N”, mas Mary acrescentou uma linha para torná-la como uma “M.” O menino de três anos de idade, tinha sido estrangulado até a morte. Quando a investigação começou, Mary Bell confessou os crimes.

Durante sua caminhada de três quilômetros, os meninos de 10 anos de idade deram socos e chutes em James. Alguns dos atos foram vistos por transeuntes que ignoraram a cena, pensando que eles eram apenas dois irmãos mais velhos, que não sabiam como cuidar de seu irmão mais novo.

Outro caso brutal e chocante é o de Jon Venables e Robert Thompson. A mãe de James Bulger de apenas 2 anos deixou-o esperando-a na porta do açougue aonde fazia compras porque não levaria muito tempo para retornar já que não havia fila no açougue. Mal ela sabia que seria sua última vez que ela iria ver o filho #vivo.

Durante sua caminhada de três quilômetros, os meninos de 10 anos de idade deram socos e chutes em James. Alguns dos atos foram vistos por transeuntes que ignoraram a cena, pensando que eles eram apenas dois irmãos mais velhos, que não sabiam como cuidar de seu irmão mais novo.

Também muito conhecido pelas pessoas como #psicopata mirim é Eric Smith, que aos 13 anos, era tímido, usava óculos de lentes grossas, possuía sardas, cabelos ruivos longos e uma outra característica: ele tinha salientes orelhas alongadas.

Acreditava-se ser um efeito colateral de remédios que sua mãe tomava para controlar sua epilepsia quando ela estava grávida. A polícia acusou Smith de assassinato de um menino de quatro anos chamado Derrick Robie. A criança tinha sido estrangulada e pedras grandes foram jogadas sobre sua cabeça e tinha sido também abusada com um pequeno bastão. Quando perguntado por que ele fez isso, Smith não deu uma resposta que pudesse convencer.

Assista ao vídeo que fala mais sobre o assunto:

Infâncias perturbadas também são influência para que a criança se torne violenta, por isso é importante crescer num ambiente familiar saudável e a qualquer sinal incomum é necessário buscar ajuda de um profissional.

(Via Agência de Notícias)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

98