18/04/2017

17:49

Por: Alberto Silva

Professor assedia adolescentes: “Quero sexo em troca de pontos no boletim”

O relato de duas adolescente de 15 e 16 anos na polícia civil, foi de que o professor estava assediando-as em troca de pontos no boletim escolar.

Professor assedia adolescentes: “Quero sexo em troca de pontos no boletim”

O relato de duas #adolescente de 15 e 16 anos na polícia civil, foi de que o professor estava assediando-as em troca de pontos no boletim escolar.

“Ele pegou no meu braço e disse que eu tinha tirado nota baixa,mas que ele tinha me dado pontos a mais”.

O caso ocorreu na cidade de Aparecida de Goiânia. As estudantes alegaram aos policiais ter sido #assediadas sexualmente pelo professor.

A aluna de 16 anos contou que quando foi até a mesa do #professor buscar o boletim, ele foi bem direto.

A diretora humilhou minha filha, porque disse que ela estava entendendo tudo errado, que ela não tinha nada a ver com essa situação, gritou com ela", contou a mãe da garota de 15 anos.

Perguntou á garota se o agradecimento seria na casa dele ou na dela, ela relatou que voltou para o lugar dela tremendo.

Já a outra aluna de 15 anos, revelou que já tinha sido assediada no ano passado.

O professor foi ousado e comentou na rede social da menina que ela era “bonita”.

Depois disso, a amiga contou para ela o que havia ocorrido e ela confirmou para a amiga que ele também havia a assediado.

Ela contou que o professor mandou mensagens pra ela dizendo que ela era bonita e que estava pensando bobagens.

Depois que as duas amigas resolveram contar o abuso, uma terceira vítima apareceu.

Mas, a terceira não quis #denunciar o docente. Porém, as duas meninas de 15 e 16 anos contaram que a terceira vitima havia dito que o professor disse que ela era ‘ delicia’ e que queria ‘provar’.

Os pais das meninas disseram a policia que chegaram a procurar a direção da escola, mas nada foi resolvido.

“A diretora humilhou minha filha, porque disse que ela estava entendendo tudo errado, que ela não tinha nada a ver com essa situação, gritou com ela”, contou a mãe da garota de 15 anos.

Procurada pela TV Anhanguera, a escola preferiu não emitir comentários. A delegada Paula Meotti investigará o caso.

 

Galeria
Diversos |
1 de 4
Professor assedia adolescentes: "Quero sexo em troca de pontos no boletim"

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

112