17/08/2018

11:52

Por: Guilherme Silva

Presidente do TSE, Rosa Weber, causa novo ‘revés’ à defesa de Lula

Presidente do TSE, Rosa Weber, causa novo ‘revés’ à defesa de Lula

Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Presidente do TSE, Rosa Weber, causa novo ‘revés’ à defesa de Lula

Presidente do TSE

A ministra Rosa Weber, que assumiu o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), causou um novo revés à defesa aqui

do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ex-mandatário petista tenta, por meio de seus advogados,

poder concorrer ao cargo de presidente na eleição deste ano.

Presidente do TSE, Rosa Weber, causa novo ‘revés’ à defesa de Lula

Rosa Weber, além de presidir o TSE, também faz parte do Supremo Tribunal Federal (STF). A

magistrada acabou ocasionando nova derrota às pretensões do ex-presidente Lula. O petista encontra-se

preso na carceragem da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba. O mesmo cumpre uma pena

estimada de mais de doze anos no âmbito das investigações da Operação Lava Jato.

Lula foi condenado pelo juiz Sérgio Moro, por crimes relacionados ao escândalo do “Petrolão”.  De

acordo com as investigações, ele foi beneficiado por dinheiro ilegal proveniente de empreiteiras

envolvidas em distribuição de propinas, em se tratando do escândalo da Petrobrás. Os crimes que pesam

contra Lula, são de lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

‘Balde água fria’ na defesa de Lula

Poucas horas após ter logrado registro no TSE para a disputa eleitoral à Presidência, uma série de

pedidos de impugnação chegaram à Corte eleitoral. A defesa do ex-mandatário apregoava que o ministro

do STF, Luís Roberto Barroso, não pudesse ser quem faria análise do pedido do registro de candidatura.

Entretanto, Rosa Weber foi enfática ao manter com o ministro a análise do caso.

Lula deverá ter a impugnação confirmada, já que o mesmo está enquadrado na “Lei da Ficha Limpa”. Se

essa constatação prevalecer no TSE,  ele não poderá concorrer ao Planalto, por estar inelegível. Além

disso, o petista já foi condenado em segunda instância, pelo TRF4. O PT deverá apelar para o seu plano

B. Trata-se de escolher como candidato na ausência de Lula, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando

Haddad.

Recentemente, o PT  levou à Brasília, alguns grupos ligados ao partido, como o MST (Movimento dos

Trabalhadores Rurais Sem Terra). Entretanto, isso não bastou para que a sigla fosse bem sucedida em

suas pretensões.

Ajude e levar essa informação mais longe, compartilhe ...

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

36
PENSA BRASIL NOTÍCIAS