04/07/2016

17:27

Por: Alberto Silva

Presidente do STJ deve pedir licença após ser citado na Lava-Jato

A ministra Laurita Vaz deve assumir o cargo. O ministro deve ficar afastado até 20 de novembro, sob a justificativa de que deixou de tirar férias durante recessos do Judiciário que ocorreram durante sua gestão, em que ele estava despachando assuntos urgentes.

Após ser mencionado na Operação Lava Jato, o presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Francisco Falcão, deve tirar licença a partir de 1º de setembro. A ministra Laurita Vaz deve assumir o cargo, segundo informações do jornal Folha de S. Paulo.

O ministro deve ficar afastado até 20 de novembro, sob a justificativa de que deixou de tirar férias durante recessos do Judiciário que ocorreram durante sua gestão, em que ele estava despachando assuntos urgentes.

A licença ainda precisa ser aprovada pelo conselho administrativo do tribunal. A assessoria do STJ confirma que quatro ex-presidentes já adotaram o mesmo procedimento antes dele.

Delação

Em delação premiada, o ex-senador Delcídio do Amaral afirma que Falcão fez acordos para que um novo ministro fosse indicado ao tribunal, em troca de controle sobre a maioria do colegiado que julga investigados da Lava Jato.

Segundo Delcídio, o indicado em questão era Marcelo Navarro Ribeiro Dantas, chancelado pela presidente afastada Dilma Rousseff e pelo ex-ministro da Justiça José Eduardo Cardozo.

A Procuradoria-Geral da República solicitou ao STF investigação da acusação do delator por possível tentativa de obstrução de Justiça. Os envolvidos no suposto esquema, inclusive Falcão, negam as alegações.

(Via Agencia)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

100