16/03/2015

08:11

Por: Alberto Silva

PF inicia 10º operação do Lava-jato com prisão nessa manha.

Ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato de Souza Duque é o primeiro a ser preso pela PF nesta segunda-feira (16)

A Polícia Federal inicia nesta segunda-feira (16) a décima fase da operação Lava Jato. Com isso, cerca de 18 mandados são cumpridos desde as 6 h desta manhã.

O primeiro a ser preso foi o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato de Souza Duque. O empresário paulista Adir Assad, envolvido nas investigações da CPI do Cachoeira, também foi levado pelos policiais. Os dois sob mandado de prisão preventiva. As informações são do portal ‘G1’.

Ainda nesta segunda-feira (16) também serão cumpridos quatro mandados de prisão temporária, 12 de busca e apreensão. Todos os detidos devem ser encaminhados para a sede da Polícia Federal no Paraná. As prisões temporárias tem prazo de cinco dias, já os presos sob o mandado de prisão preventiva podem permanecer detidos por tempo indeterminado, de acordo com decisão judicial.

Essa nova fase deflagrada pela PF investiga os envolvidos em  corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, uso de documento falso e fraude em licitação.

A décima fase da operação Lava Jato, nomeada de “Que país é esse?”, tem a participação de 40 policiais federais.

Preso em dezembro

O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato de Souza Duque já havia sido preso pela PF em dezembro, durante a sétima fase da operação Lava Jato. Entretanto, Duque foi solto poucos dias depois por meio de alvará de soltura.

Um dos delatores da Lava Jato, o ex-gerente Pedro Barusco disse que Duque recebeu entre US$ 40 milhões e US$ 50 milhões em propina em contas na Suíça e entre R$ 10 milhões e R$ 12 milhões no Brasil.

Outro ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, mencionou o nome de Duque como um dos integrantes do esquema de desvios da estatal e disse que o PT ficava com 3% dos contratos fechados pela diretoria de Serviços -o que Duque sempre negou com veemência. Outro delator do esquema, o doleiro Alberto Youssef, também citou o nome de Duque associado ao tesoureiro do PT, João Vaccari Neto.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

56

Clique aqui