03/02/2015

18:50

Por: Alberto Silva

Perfil oficial traz Dilma como super-heroína contra inflação.

Intitulada “Super Dilma”, a mensagem, em tom informal, traz uma ilustração feita em cima de uma fotografia da cerimônia de posse do segundo mandato da presidente, em 1º de janeiro

 

O perfil oficial da presidente Dilma Rousseff no Facebook publicou na tarde desta segunda-feira (12) mensagem em que exalta a presidente como super-heroína por ter garantido, segundo o perfil, a menor inflação média de um presidente em primeiro mandato, de 6,41%.

Intitulada “Super Dilma”, a mensagem, em tom informal, traz uma ilustração feita em cima de uma fotografia da cerimônia de posse do segundo mandato de Dilma, em 1º de janeiro. Dilma é retratada com uma capa e com os braços para cima, como se estivesse voando.

A mensagem se baseia em um artigo do jornal “O Estado de S. Paulo” que afirma que o primeiro mandato de Dilma registrou a menor inflação média de um presidente em primeiro mandato desde o Plano Real.

“Mesmo com uma das maiores crises econômicas mundiais rolando, a presidenta Dilma e sua equipe econômica conseguem o mais importante para o povo: manter o emprego, a renda e ainda garantir a menor inflação média de um presidente em primeiro mandato desde o plano Real. Dilma teve 6,41%, pertinho de Lula com 6,65% e bem abaixo dos 7,39% de FHC”, diz a postagem.

O artigo original ressalta, no entanto, que apesar do resultado, a alta média dos preços no país durante o ano ficou acima dos 6,5%, o teto da meta. O centro da meta, que seria o ideal para ser atingido e que só se deverá chegar em 2016, é de 4,5%.

Apenas em dezembro o governo conseguiu com que o IPCA (índice oficial de inflação) ficasse pouco abaixo da meta da inflação, após o governo ter segurado preços administrados

O artigo lembra ainda que o governo terá dificuldades neste ano para combater a inflação, com possíveis aumentos de impostos e reajuste de tarifas represadas, como a gasolina e a energia.

Nesta segunda, economistas de instituições financeiras pioraram pela segunda semana seguida suas projeções para a inflação e o crescimento econômico neste ano, elevando também a perspectiva para a alta dos preços administrados.

De acordo com o Boletim Focus, realizado pelo Banco Central e divulgado nesta segunda-feira (12), a previsão para a alta do IPCA de 2015 foi elevada a 6,60%, de 6,56% anteriormente, mantendo-se acima do teto da meta do governo (6,5%).

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

61

Clique aqui