08/03/2017

16:56

Por: Alberto Silva

Perdendo peso com o estilo de viver dos japoneses

Um dos fatores mais importantes para que isto ocorra advém da alimentação japonesa. Rica em gorduras saudáveis – o bom colesterol do atum e do salmão, utilizados nos sushis e sashimis

É fato comprovado que o estilo de vida oriental é um dos mais saudáveis que existem. Afinal, só 3,7% da população japonesa é obesa. A expectativa de vida na Terra do Sol Nascente é a maior entre os países do Primeiro Mundo, mesmo com a correria da vida moderna.

Um dos fatores mais importantes para que isto ocorra advém da alimentação japonesa. Rica em gorduras saudáveis – o bom colesterol do atum e do salmão, utilizados nos sushis e sashimis, faz bem ao coração, ao sangue e atua como antioxidante, retardando o envelhecimento da pele e do organismo – e com poucos açúcares, ela se tornou popular em todo o mundo.

Existem duas regras rígidas na sociedade japonesa que ajudam no controle de peso da população. A primeira é ensinar as crianças os fundamentos da cadeia alimentar,  a produção e a origem dos alimentos. A segunda é o controle da circunferência abdominal, seguindo regras da organização mundial da saúde. Caso as medidas estejam aumentadas, há um estímulo na realização de exercícios físicos.

Diante de tamanha popularidade, cozinha japonesa pode ser encontrada facilmente em todo território nacional. Além disso, não é mais necessário ir a um restaurante, pois o mesmo prato pode ser entregue através do sistema de delivery onde quer que o consumidor esteja, seja em casa, no trabalho, ou no hotel, por exemplo.

Já no Brasil, um dos países com maior índice de obesidade das Américas, 17,1%, e que teve uma grande imigração japonesa, o que ajudou a fazer com que o consumo de pratos japoneses se tornasse popular, isso praticamente não existe. Por isto, há este índice tão alto de obesos.

Pixabay

Infelizmente, o peixe ainda não é tão consumido como a carne vermelha, o que ajudaria muito para reduzir os níveis elevados de colesterol no país. O arroz ainda é muito mais utilizado como complemento à feijoada, em vez de uma refeição nutricional em si. No entanto, graças ao impacto da imigração japonesa e o aumento da popularidade dos serviços de entrega, o consumo desta culinária tornou-se muito popular e também ficou mais acessível para os consumidores – independentemente de sua classe econômica.

Diante de tamanha popularidade, cozinha japonesa pode ser encontrada facilmente em todo território nacional. Além disso, não é mais necessário ir a um restaurante, pois o mesmo prato pode ser entregue através do sistema de delivery onde quer que o consumidor esteja, seja em casa, no trabalho, ou no hotel, por exemplo.

O carro chefe desta culinária saudável é o sushi e suas porções econômicas. Podendo ser recheado com carnes diversas (camarão, caranguejo), além de legumes, queijos e raízes como a cenoura, o paladar agrada a gregos e troianos. O delivery de sushi ajuda a diminuir o consumo de fast-food e a saúde de todos agradece.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

116