11/07/2017

21:51

Por: Danielle Pereira

Pentágono não confirma suposta morte do líder do Estado Islâmico

Veja a notícia sobre a morte Bagdadi, líder do Estado Islâmico.

Pentágono não confirma suposta morte do líder do Estado Islâmico

Nesta terça-feira (11), A ONG afirmou que o líder do Estado Islâmico, Abu Bakr Baghdadi, está morto. O Observatório Sírio de Direitos Humanos que acompanha a guerra que acontece na Síria declarou que a morte do terrorista foi noticiada através da agência francesa, France Presse.

Apesar do Observatório da cidade de Deir al-Zor ter sido informado do acontecido por integrantes do Estado Islâmico, detalhes e datas não foram reveladas.

Departamento de Defesa dos Estados Unidos alegou que não havia recebido nenhuma informação a respeito da morte do líder do grupo terrorista.

Pentágono não confirma suposta morte do líder do Estado Islâmico

No dia 16 de junho, a Rússia tinha confirmado que o ataque aéreo russo que ocorreu em maio teria vitimado Baghdadi, em Raqqa. Na época, o bombardeio teria como alvo o encontro entre líderes do Estado Islâmico. Apesar das suspeitas, a morte não havia sido confirmada.

Após a notícia, o presidente dos EUA, Donald Trump, fez uma publicação em uma rede social. Em sua conta, Trump afirmava que o fato teria sido uma grande vitória ao mundo contra o Isis. No entanto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos alegou que não havia recebido nenhuma informação a respeito da morte do líder do grupo terrorista.

Além disso, autoridades iraquianas não confirmaram a morte divulgada nesta terça. Os sites vinculados ao grupo terrorista também não tiveram publicações a respeito deste assunto.

Informações sobre o falecimento de Baghdadi já havia sido noticiadas várias vezes por vários meios de comunicação. Contudo, a ONG possui históricos reais sobre a guerra que atinge a Síria. Isso aumenta as chances de ser verdade.

Caso a morte de Abu Bakr Baghdadi seja verdadeira, isso seria um triunfo à Rússia, que intervém na guerra da Síria. Os EUA haviam divulgado uma recompensa de US$25 milhões pela captura do extremista.

Agora é esperar para que a morte do líder do Estado Islâmico seja confirmado ou não. Então, os governos poderão avaliar os próximos passos a serem dados para manter a segurança dos alvos dos terroristas.

 

Galeria
Mundo |
1 de 5
Pentágono não confirma suposta morte do líder do Estado Islâmico

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

111