06/01/2017

10:06

Por: Amaral

PCC declara guerra contra FDN: “Essa Dita Facção FDN será dizimada da face da terra”, entenda…

A facção Primeiro Comando da Capital (PCC) supostamente emitiu nota declarando guerra contra a Família do Norte (FDN) e mandou membros executarem integrantes do Comando Vermelho (CV) dentro de presídios, a polícia teme o início de uma guerra civil.

Depois do terrível massacre no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, que deixou 56 mortos e chocou todo o mundo, as facções envolvidas ainda estão em conflito.

A Família do Norte (FDN) chegou a escrever um funk exaltando o acontecido, e agora o Primeiro Comando da Capital (PCC) emitiu uma nota dizendo que não vai deixar barato, declarando guerra contra a FDN.

O PCC já havia dado ordem para que seus membros executassem integrantes do Comando Vermelho dentro dos presídios, agora dizem que vão “exterminar” a Família do Norte.

"Saibam que vcs declaram guerra não só ao PCC, mas a todos aqueles que lutam contra o Estado corrupto brasileiro", trecho da nota emitida pela facção.

Esses casos vem trazendo uma preocupação real: uma possível guerra civil entre facções, que vai custar a vida de muita gente, as mortes já vêm acontecendo dentro dos presídios, com assassinatos cometidos com fogo, decapitação, asfixia e outros métodos bárbaros.

A polícia está em alerta e vem relatando os acontecimentos, que estão começando dentro das penitenciárias do país.

Segundo informações do site Blasting News, nessa segunda-feira (17), o Secretário de Justiça e cidadania do estado de Roraima, Uziel de Castro, disse que partiu do PCC, de São Paulo a ordem para matar os rivais do CV, dentro dos presídios do Brasil.

“Eles declararam guerra entre as facções. Estamos percebendo em nível nacional o rompimento desse acordo entre eles”, disse o secretário, explicando ambas as facções tem ramificações em todos os estados do país

Dentre os mortos no confronto estão Waldiney Alencar Souza e Leno Rocha de Castro, considerados os líderes do Comando vermelho no estado.

De acordo com Uziel de Castro ocorreram no mesmo dia mais duas rebeliões com a mesma motivação no estado do Pará e também em Rondônia, que deixaram ao menos 18 mortos.

Na madrugada dessa segunda-feira (17), 8 presos foram encontrados mortos por asfixia na penitenciária de Ênio Santos Pinheiro, em Porto Velho.

No último domingo (16), uma rebelião na penitenciária de Monte Cristo, zona rural de Boa Vista (RR), terminou com detentos queimados e até decapitados. As primeiras informações diziam 10 mortos, mas a polícia confirma 25 mortes.

 A rebelião teria iniciado-se no momento da visita, e aproximadamente 100 familiares dos presos foram feitos de refém. Os presos de um pavilhão armados com facas e pedaços de paus, invadiram a ala onde ficavam presos rivais e começou o confronto. Segundo informações da polícia de Roraima, todos os mortos eram da facção do Comando Vermelho que eram minoria no presídio, dominado pelo PCC.

Confira a nota do PCC na íntegra:

“Diante dos fatos que aconteceram no dia 01/01/2017 em Manaus/AM o Alto Conselho do Primeiro Comando da Capital para região Norte vem a público mostrar a sua indignação e revolta diante da barbárie contra nossos 28 irmãos. Além disso aproveitar para expressar os sentimentos de pesar as Famílias de nossos irmãos.

Adiantamos que essa chacina jamais vai ser esquecida, os irmãos todos do Brasil inteiro e nossos parceiros em outros países estão se mobilizando para dar uma resposta à altura a essa facção auto denominado FDN, cujo reduto se concentra na Região Norte. Nossa Organização vai além de uma região, vai além do Brasil. Estamos em todos os lugares e no momento certo a resposta vai ser dada. Durante muito tempo tivemos uma convivência harmoniosa com nossos inimigos pois a nossa meta sempre foi lutar contra o Estado e não contra nossos irmãos mesmo que de outras Organizações fossem. Saibam que vcs declaram guerra não só ao PCC, mas a todos aqueles que lutam contra o Estado corrupto brasileiro. Estamos Fechado com a ADA, Bonde dos 40, até mesmo nosso rivais CVRL, CRBC, TCC, SS, CDL,TCP, PGC, SDC demonstraram apoio nesse momento.

Repetimos essa chacina foi uma declaração de guerra contra o Tráfico de Drogas de Todo o Brasil e de todas as Organizações e Facções parceiras. Um FACÇÃO sozinha não será capaz de destruir anos de Aliança de Irmãos.  Essa Dita Facção FDN será dizimada da face da terra. Uma guerra silenciosa travada nos morros, nas periferias do Brasil, nas favelas do Nordeste e Norte ganharam as ruas.

Nossos 28 irmãos serão vingados, a mesma bandeira que desfraldaram com o sangue deles escrita FDN no dia 01/01 será queimada e terá cravada a cabeça de todos aqueles fizeram isso com o crime no Brasil.

Aos familiares dos nossos irmãos estamos prestando toda solidariedade e ajuda como sempre fizemos e comunicamos aos parceiros que toda ajuda financeira é bem vida nessa empreitada. Parte da indenização que nossos irmãos irão receber está sendo negociada com as famílias e com o alto comando, no entanto sabemos que não é suficiente. Contamos com a solidariedade e o apoio de todos os parceiros.

Paz, Justiça e Liberdade

PCC- Regional Norte.

A união vai prevalecer.”

(Via Agência de Notícias, Blasting News e Blog do Hiel Levy)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

96