10/03/2015

19:44

Por: Alberto Silva

Participantes de reality da Argentina morrem em batida de helicópteros

Dez pessoas morreram, entre elas dois medalhistas olímpicos da França.
Acidente aconteceu em gravação de reality show.

Uma tragédia na Argentina. Dois helicópteros se chocaram no ar, matando dez pessoas, entre elas três atletas franceses, medalhistas olímpicos. O acidente aconteceu durante a gravação de um reality show que é transmitido na França.

O acidente foi numa região montanhosa no noroeste da argentina. Os dois helicópteros tinham acabado de decolar de um campo de futebol. O voo fazia parte de um reality show francês que leva celebridades para terrenos remotos e grava as tentativas deles de encontrar abrigo e comida. A causa do acidente ainda não foi confirmada.

Os atletas que morreram eram muito conhecidos. Eram do mais alto nível, dois eram medalhistas olímpicos. A nadadora Camille Muffat, de apenas 25 anos, que ganhou três medalhas, incluindo uma de ouro nos jogos de Londres, em 2012 e o boxeador Alexis Vastine, de 28 anos, que ficou em terceiro lugar na Olimpíada de Pequim.

A experiente navegadora Florence Arthaud, conhecida na França como a noiva do Atlântico, também morreu. Entre as vítimas também estavam dois pilotos argentinos e cinco franceses que trabalhavam para a empresa responsável pelo programa.

Em um comunicado, o presidente francês, François Hollande, disse que a morte repentina do grupo é motivo de imensa tristeza. Nas redes sociais, atletas do mundo inteiro expressaram espanto e comoção.

O Comitê Olímpico Internacional lamentou a perda do que chamou de brilhantes representantes esportivos e exemplos de vida. O namorado da nadadora Camille Muffat fez uma declaração emocionada: disse que Camille estava onde queria estar, fazendo o que queria fazer e que assim é a vida.

 

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

63

Clique aqui