02/10/2015

20:35

Por: Alberto Silva

“PAPA” a favor do casamento gay. Nos EUA Francisco teve audiência com Kim Davis, a tabeliã de Kentucky que vão se casar

O Vaticano confirmou nesta sexta-feira (2) que a única audiência que o papa teve enquanto esteve em Washington foi com um ex-estudante e sua família.

O encontro foi com Yayo Grassi, um argentino abertamente gay que visitou o papa com seu parceiro de longa data e alguns amigos.

A revelação foi uma virada de mesa sobre a narrativa do encontro do papa com Kim Davis, a tabeliã de Kentucky que foi presa após se recusar a emitir licenças para casamentos entre pessoas do mesmo sexo.

Nesta sexta, o Vaticano disse que o encontro do papa com a tabeliã não era de forma nenhuma um endosso à sua atitude.

A nota informa que Davis era uma das dezenas de pessoas que o papa cumprimentou ao deixar Washington.

Chris Tilley – 8.set.2015/Reuters
Kim Davis, com Mike Huckabee (esq.) e o seu advogado, Mathew Staver, após ser liberada
Kim Davis, com Mike Huckabee (esq.) e o seu advogado, Mathew Staver, após ser liberada

O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, disse que Francisco reuniu-se com dezenas de pessoas na embaixada do Vaticano em Washington pouco antes de partir para Nova York.

Lombardi disse que tais reuniões são normais em qualquer viagem do papa e se devem à bondade e à disponibilidade de Francisco.

ÚNICA AUDIÊNCIA

No comunicado desta sexta, o Vaticano informou que a única verdadeira audiência do papa foi com um ex-estudante. Um porta-voz do Vaticano, o padre Thomas Rosica, confirmou que o encontro foi com Grassi.

Um vídeo postado nas redes sociais mostra Grassi abraçando o papa e apresentando-lhe o seu parceiro, assim como uma mulher argentina e alguns amigos asiáticos.

“O papa não entrou em detalhes sobre a situação da senhora Davis e seu encontro com ela não deve ser considerado como uma forma de apoio à sua posição, em todos os seus aspectos particulares e complexos”, disse Lombardi.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

56

Clique aqui