03/08/2015

23:09

Por: Alberto Silva

O silêncio do PT. Prisão de José Dirceu pode colocar o fim na era de LULA

A direção nacional do PT divulgou nota nesta nesta segunda­feira (3) para refutar acusação de que teria realizado operações financeiras ilegais ou participado do esquema de corrupção na Petrobras.
Segundo o partido, todas as doações feitas à legenda no período eleitoral ocorreram "estritamente dentro da legalidade" e foram posteriormente "declaradas à Justiça Eleitoral".

O procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima, que integra a força ­tarefa da Operação Lava Jato, afirmou nesta segunda ­feira (3) que o esquema na empresa estatal foi sistematizado durante o governo do ex presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
“O que nossos colaboradores apontam é que houve uma sistematização da corrupção no governo do PT, como compra de apoio parlamentar”, afirmou. Perguntado se o ex presidente petista também seria investigado pela Operação Lava Jato, o procurador afirmou que “nenhuma pessoa no regime republicano está isenta de ser investigada”. Nesta segunda feira (3), foi preso preventivamente o ex­ ministro da Casa Civil José Dirceu, considerado o homem forte do início do governo de Luiz Inácio Lula da Silva.
O ex­ministro é apontado pela força­tarefa da Operação Lava Jato como um dos artífices do esquema na Petrobras, quando ainda era ministro. Segundo as investigações, ele foi responsável, em 2003, pela indicação do ex diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque (que desviou milhões em propina, de acordo com o Ministério Público), e assim “repetiu na Petrobras o esquema do mensalão”

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

57

Clique aqui