14/12/2015

13:41

Por: Alberto Silva

O “Mundo” já comenta protestos pelo Impeachment e diz que a situação é ‘crítica’

A imprensa do mundo todo está a repercutir o 4º protesto pelo Impeachment de Dilma Rousseff.
Vários portais e jornais conhecidos internacionalmente estão a dizer que, apesar de ter menos gente nas ruas no domingo 13/12, a insafistação com o governo é quase que total e as manifestações virtuais também tem demonstrado que a maioria esmagadora dos brasileiros não querem mais Dilma e o PT e, por isso, a situação da presidenta é 'insustentável'.

Depois dessa, se Dilma, Temer e Cia Ltda tivessem vergonha na cara, pediriam para irem ‘ali em Cuba’ e não voltariam mais.

Mas, tudo indica que mesmo assim, não vão largar o osso, não sem uma grande revolta se consequências imprevisíveis.

O país está travado, quebrado, o desemprego só aumenta, a situação é caótica e os cenários elaborados por especialistas mostram que só vai piorar a situação para 2016 e 2017.

RELEMBRANDO: O QUE O POVO NAS RUAS DESEJA?

O povo, sem esses pseudo-movimentos convenientes, pelo menos a maioria consciente, quer:

– Cassação de Dilma e Temer em face de campanhas fraudulentas e criminosas.

– Destituição do desgoverno e novas eleições sem a presença de todos  os comunolarápios metidos na corrupção e investigados, incluindo os da oposição vista grossa e conivente.

– Prisão de Lula.

– Fechamento do PT, PcdoB e de demais partidos ligados ao comunismo internacional e ao Foro de São Paulo.

– Fechamento e proibição do Foro de São Paulo e de todo e qualquer partido comunista no Brasil.

– Leis mais duras com cadeia de uns 30 anos no mínimo e devolução do que foi roubado, bem como o banimento dos corruptos da vida pública, definitivamente.

FORA ISSO, é difícil vislumbrar um novo começo, de verdade. Goste ou não, estou apenas sendo realista.

Via: Folha Centro Sul << Acesse

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

101