08/10/2015

18:22

Por: Alberto Silva

O motivo do PMDB não aprovar Impeachment de Dilma esse ano, é que, em 2016 quem assume? ‘Michel Temer’

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), ironizou nesta quinta-feira a chegada de mais dois pedidos de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff e disse que as solicitações de afastamento são como "fila de táxi", sempre em contínua movimentação.

“Impeachmenté igual fila de táxi. Sai um e entra outro”, resumiu. Atualmente nove pedidos esperam para serem despachados por Cunha – entre eles o considerado mais robusto e assinado pelos juristas Hélio Bicudo e Miguel Reale Jr. Pela lei, cabe ao presidente da Câmara definir previamente se são cabíveis ou não os pedidos de impeachment. Mas, nos bastidores, a articulação é para que a decisão final das solicitações de afastamento seja transferida ao Plenário, onde os partidários do impeachment dizem ter votos suficientes para iniciar o processo. (Laryssa Borges, de Brasília)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

75

Clique aqui