17/03/2017

22:32

Por: Alberto Silva

NOJENTO: Vários alimentos que você come possuem restos de animais! Veja quais são…

Veja quais são os alimentos que tem um limite permitidos de restos de animais.

Todo mundo conhece algum caso de pessoas que encontraram bichos no meio de alimentos comprados no supermercado, como larvas e até ratos.

Porém o que pouca gente sabe é que existe um limite permitido de restos de animais no meio de certas comidas que consumimos frequentemente, como #chocolate e molho de tomate.

Quem regulamenta isso é a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), ela determina qual a quantidade permitida e que não vai ser nociva para a saúde.

ntre os limites máximos aceitáveis nos alimentos estão: 25 fragmentos de insetos a cada 100g de geleia de frutas, 60g fragmentos de insetos a cada 25g de café torrado, 1 fragmento de pelo de roedor a cada 100g de chocolate. Entre os insetos permitidos, não estão baratas, moscas e formigas.

Contudo acontecem casos como o do molho de tomate, onde a quantidade de pelo de #ratos permitidas estava acima do normal e vários lotes tiveram que ser recolhidos. Neste caso, o limite é de até dez fragmentos de insetos ou um fragmento de pelo de roedor para cada cem gramas.

Como já dito anteriormente, até o delicioso chocolate possui restos de animais, o pior de tudo é que o inseto que está presente nele é a barata. Existe uma quantidade permitida de #barata para estar no meio do doce. Eca!

Entre os limites máximos aceitáveis nos alimentos estão: 25 fragmentos de insetos a cada 100g de geleia de frutas, 60g fragmentos de insetos a cada 25g de café torrado, 1 fragmento de pelo de roedor a cada 100g de chocolate. Entre os insetos permitidos, não estão baratas, moscas e formigas.

A Anvisa alega que a norma imposta no país é muito rígida, no ano de 2014, quando a lei foi criada, Renato Porto, diretor de regulamentação falou sobre o assunto: “Definimos um padrão que está entre os mais rígidos do mundo, se compararmos com países que são referência na regulação de alimentos“, explica.

Veja o vídeo do canal Fatos Desconhecidos que fala mais sobre o assunto:

É realmente bem nojento pensar na quantidade de bichos e insetos que estão no meio do que comemos, porém se formos parar para pensar nisso toda vez que formos ingerir alguma coisa, vamos acabar não comendo nada.

(Via Agência de Notícias)

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

96