07/04/2015

10:06

Por: Alberto Silva

Nem final de BBB salva Ibope da Globo e reality show não terá mais edições

Especialista ligados em mediar a audiência das emissoras de TV's em todo Brasil prevê uma catástrofe no ultimo dia do reality show Big Brother Brasil que foi um fracasso. A emissora já solta pelos corredores boatos de que não mais irão prosseguir com outras edições. Patrocinadores já estão migrando para outras emissoras
A Rede Globo inicia os 4 meses do ano de 2015 com pé esquerdo, o fracasso de Babilônia e a péssima audiência do BBB. Seria o Fim da Globo?

Especialista ligados em mediar a audiência das emissoras de TV’s em todo Brasil prevê uma catástrofe no ultimo dia do reality show Big Brother Brasil que foi um fracasso. A emissora já solta pelos corredores boatos de que não mais irão prosseguir com outras edições. Patrocinadores já estão migrando para outras emissoras
A Rede Globo inicia os 4 meses do ano de 2015 com pé esquerdo, o fracasso de Babilônia e a péssima audiência do BBB. Seria o Fim da Globo?

Não é só no Brasil que o “Big Brother” é um programa dos mais populares. Nos Estados Unidos e na Inglaterra, onde já foram exibidas mais edições que aqui, o programa segue causando controvérsia e debates acalorados. Os países, no entanto, têm maneiras bem distintas de manejar a disputa pelo prêmio. Encarado como um “jogo de mentiras” entre os americanos, não há voto popular, apenas mata-mata entre participantes e os eliminados decidem o vencedor. Os ingleses evitam interações longas com a apresentadora, indica pelo menos quatro pessoas ao paredão e investem em provas mais impiedosas.

Não só a maneira como se dá a dinâmica é diferente. Por lá, há entendimento que tudo não se trata de um jogo e a vida seguirá normalmente após seu fim, sem grandes pretensões à fama no caso dos anônimos. Os britânicos, aliás, viram uma das edições mais bombásticas de todos os tempos chegar ao fim na última sexta-feira. Carregado de discussões e reviravoltas – apesar da campeã frustrante -, o “Celebrity Big Brother” é a prova de que o formato pode continuar vivo e se mostra uma alternativa viável para a Globo. Quando misturadas as celebridades certas, a combinação é explosiva. Na atração do Channel 5 é tudo tão excruciante que os famosos torcem pela própria eliminação apenas para receber o cachê e ir para casa.

Antes um sucesso estrondoso, o “Big Brother Brasil” passa longe dos tempos áureos. Além dos erros de escalação de elenco há alguns anos, do excesso de jogo de aparências e da edição discutível – as polêmicas causadas por Luan e Douglas foram descobertas graças ao PPV e não à Globo -, o programa vê seus números caírem ano a ano. O “BBB 15” acumula, em seus 17 episódios iniciais, a pior audiência de todos os tempos: 22,8 pontos. É bom a Globo repensar sua fórmula antes que ela se desgaste por completo.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

50

Clique aqui