24/03/2015

11:03

Por: Alberto Silva

Não há sobreviventes em queda de avião, afirma François Hollande

De acordo com a companhia aérea Germanwings, 144 passageiros e seis tripulantes estavam dentro da aeronave que saiu de Barcelona em direção à cidade alemã Dusseldorf

De acordo com a companhia aérea Germanwings, 144 passageiros e seis tripulantes estavam dentro da aeronave que saiu de Barcelona em direção à cidade alemã Dusseldorf

“As condições do acidente (…) nos fazem pensar que não há sobreviventes”, afirmou Hollande. “Ainda não conhecemos as identidades das vítimas (…) mas é provável que haja muitas vítimas alemãs”. Esta é a primeira queda de um avião de uma companhia aérea na França em 15 anos. Em julho de 2000, um Concorde caiu em Gonesse, na região de Paris.

O voo 9525 partiu de Barcelona às 10h01 (6h01, horário de Brasília) e deveria pousar às 11h37, mas sumiu dos radares por volta das 11h (7h em Brasília). Antes disso, de acordo com a DGAC, autoridade francesa de aviação, o Airbus se declarou em estado de emergência por volta das 10h47 (6h47 de Brasília).

De acordo com fontes das forças de segurança, o avião pertence à companhia Germanwings, filial de voos de baixo custo da alemã Lufthansa.

O ministério o Interior francês informou ter encontrado pedaços da aeronave na região de Barcelonnette, sudeste da França. De acordo com um morador da região montanhosa onde o avião caiu, a área só é acessível por helicóptero ou por três horas de caminhada, no mínimo.

O ministro francês do Interior, Bernard Cazeneuve, viajou para o local da tragédia. Uma coletiva de imprensa foi marcada para às 11h ( horário de Brasília).

Os Airbus A320 têm capacidade para transportar entre 150 e 180 pessoas.

A companhia aérea divulgou através do Twitter uma nota informando sobre o acidente:

“.. Assim que a informação definitiva estiver disponível, vamos informar a mídia imediatamente”

Ainda na rede social, o presidente Hollande publicou uma mensagem em apoio às famílias das vítimas:

“Quero expressar às famílias das vítimas do acidente aéreo a minha solidariedade. Este é um luto, uma tragédia.”

A empresa Airbus, responsável pela aeronave, também se pronunciou sobre a tragédia através do seu perfil no Twitter: “Vamos fornecer informações assim que disponíveis. Nossos pensamentos estão com aqueles afetados por este trágico evento”

De acordo com informações do site ‘Flightradar’, o avião desapareceu dos radares cerca de uma hora após a decolagem. No momento, ele sobrevoava a região entre Digne e Barcelonnette, no Alpes franceses, Sudoeste do país.

Compartilhe:

Comentários

* O Pensa Brasil não se responsabiliza pelo conteúdo dos comentários e se reserva o direito de eliminar, sem aviso prévio ao usuário, aqueles em desacordo com as normas do site ou com as leis brasileiras.

Mais Lidas

    Sorry. No data so far.

57

Clique aqui